Vacinas distribuídas no Brasil são seguras, afirma secretário do Ministério da Saúde

Bruno Kelly/Reuters
Bruno Kelly/Reuters

A AstraZeneca foi suspensa por precaução em alguns países europeus pela identificação de coágulos em idosos vacinados

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, afirmou hoje (17) que o governo federal tem segurança na qualidade das vacinas que estão sendo distribuídas à população, inclusive a da AstraZeneca, que teve sua aplicação suspensa em alguns países.

Em entrevista na Fiocruz, Medeiros afirmou que a vacina é segura e que a população pode ficar tranquila.

LEIA MAIS: Anvisa recomenda continuidade do uso da vacina da AstraZeneca

A vacina foi suspensa por precaução em alguns países europeus pela identificação de coágulos em idosos vacinados. Na segunda, em reposta à Reuters, a Organização Mundial de Saúde, disse que até aquela data não havia “nenhum indício de que os incidentes sejam causados pela vacina, e é importante que as campanhas de vacinação continuem para que possamos salvar vidas”.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também recomendou a manutenção da vacinação no Brasil.

Esta semana, a Fiocruz entregará 1,08 milhão de doses envasadas no Brasil. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).