Estados Unidos aprovam vacina contra Covid-19 para crianças a partir de 6 meses

São 20 milhões de crianças que agora podem ser imunizadas contra a Covid, de acordo com o CDC

Nicholas Reimann
Compartilhe esta publicação:
Arnd Wiegmann/Reuters
Arnd Wiegmann/Reuters

As vacinas da Moderna e da Pfizer-BioNTech para crianças foram liberadas para a faixa etária de 6 meses a 5 anos ontem à tarde

Acessibilidade


Duas vacinas para Covid-19 destinadas a crianças pequenas superaram seu último obstáculo regulatório ontem à tarde. A diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky, recomenda os imunizantes para o grande segmento final da população dos EUA que, até o momento, estava inelegível para a vacinação contra a doença.

O endosso de Walensky veio logo depois que um painel consultivo dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças recomendou por unanimidade as vacinas.

As vacinas aprovadas e a dosagem que serão aplicadas são: duas doses da vacina da Moderna formulada para crianças de 6 meses a 5 anos; três doses da Pfizer-BioNTech para crianças de 6 meses a 4 anos. Ambas as empresas reduziram significativamente o nível de dosagem para crianças em comparação às suas vacinas para adultos.

São 20 milhões de crianças que agora podem ser imunizadas contra a Covid, de acordo com o CDC.

Leia mais: FDA autoriza vacinas de Covid para crianças a partir dos 6 meses

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Juntos, com a ciência liderando o ataque, demos outro passo importante na luta de nossa nação contra o Covid-19”, disse Walensky em comunicado.

As vacinas citadas ganharam a aprovação regulatória depois de vários meses de testes clínicos mostrarem que são seguras e eficazes. A Food and Drug Administration (FDA) aprovou as vacinas na semana passada, depois que seu painel consultivo recomendou por unanimidade a aprovação.

A distribuição das vacinas “começou em todo o país”, segundo o CDC. A agência federal disse que os imunizantes estarão disponíveis na próxima semana em farmácias e clínicas em todo o país.

Leia mais: Inscreva-se para a seleção da lista Under 30 2022

A Pfizer diz que sua vacina é 80% eficaz na prevenção de infecções sintomáticas em crianças menores de 5 anos, mas foi criticada por usar uma amostra pequena – a conclusão é baseada em apenas três casos sintomáticos em um grupo de teste que recebeu a vacina e sete sintomáticos em um grupo placebo. A vacina da Moderna apresentou uma taxa de eficácia de 51% em bebês entre 6 e 23 meses e uma taxa de eficácia de 37% em crianças de 2 a 5 anos.

Compartilhe esta publicação: