Justiça manda prender, de novo, funcionários da Vale

Reuters
Determinação surge em meio às investigações sobre o rompimento da barragem em Brumadinho

A Justiça de Minas Gerais mandou prender novamente todos os funcionários da Vale e da auditora Tüv Süd que haviam sido soltos recentemente, informou hoje (13) a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, em meio às investigações de autoridades sobre o rompimento mortal da barragem de rejeitos da mineradora em 25 de janeiro.

LEIA MAIS: Vale decide afastar funcionários por caso Brumadinho

Dos empregados que haviam sido presos e depois liberados, 11 são da Vale e dois da Tüv Süd, empresa responsável pelo laudo de estabilidade da estrutura que entrou em colapso e deixou mais de 300 mortos ou desaparecidos.

A assessoria do Tribunal informou que mais detalhes serão publicados mais tarde e não detalhou os motivos da nova decisão.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).