Afetado por greves, Casino corta meta de lucro de 2019 na França

GettyImages/krisanapong detraphiphat
A greve nos transportes da França foi um dos motivos apontados para a alteração da meta

O varejista francês Casino, que está fechando lojas não lucrativas e vendendo outros ativos para diminuir a dívida, reduziu hoje (16) a previsão para o crescimento do lucro operacional na França em 2019, devido ao impacto de greves no transporte do país no seu quarto trimestre.

O Casino, que também controla o brasileiro GPA, tem como objetivo reduzir a dívida líquida na França para abaixo de € 1,5 bilhão até o final de 2020, abaixo dos € 2,7 bilhões no final de 2018.

LEIA MAIS: IPO da Locaweb pode movimentar até R$ 1bi

A companhia disse que espera que o crescimento do lucro comercial da França em 2019, excluindo as atividades imobiliárias, cresça 5%, em vez dos 10% previstos anteriormente.

O chefe de finanças, David Lubek, disse a repórteres que a revisão se deve a greves dos transportes naquele país.

As vendas atingiram € 9,228 bilhões no quarto trimestre, um pouco abaixo das estimativas dos analistas de cerca de € 9,7 bilhões.

Na mesma loja e excluindo os efeitos de combustível e calendário, as vendas do grupo aumentaram 1,6% no quarto trimestre. Na França, as vendas ficaram estáveis ​​durante o trimestre.

As vendas em mesmas lojas no segmento de hipermercados Geant na França caíram 0,7% no quarto trimestre, depois de aumentar 1,1% no terceiro trimestre.

O presidente-executivo do Casino e acionista controlador, Jean-Charles Naouri, está procurando maneiras de aliviar as dívidas da empresa – e as da controladora Rallye, que foi colocada sob proteção dos credores em maio de 2019 – por meio de esforços de venda e refinanciamento de ativos.

LEIA TAMBÉM: Brasil inaugura base na Antártida construída por empresa chinesa

O grupo, que tem valor de mercado de € 4,22 bilhões, está envolvido em um plano de alienação de € 4,5 bilhões para reduzir suas dívidas e está em negociações para vender sua cadeia de descontos Leader Price.

O Casino disse que, como parte do processo de desinvestimento, o Leader Price não é mais incluído nas vendas consolidadas do grupo em 2019.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).