Fifa trabalha em plano de resgate do futebol por impacto do coronavírus

ReutersConnect/Wolfgang Rattay
ReutersConnect/Wolfgang Rattay

A entidade quer ajudar diversos países e jogadores que ficarão em situação difícil com a falta de campeonatos

A Fifa está trabalhando nos detalhes de um grande plano para lidar com as consequências financeiras da pandemia de coronavírus, que quase certamente resultará no uso de suas reservas de US$ 2,7 bilhões.

O órgão que comanda o futebol mundial criou um grupo de trabalho para analisar as diversas questões levantadas pela paralisação do esporte em todo o mundo como resultado da pandemia e, nesta semana, espera-se que eles se concentrem nas maneiras pelas quais podem oferecer ajuda em dinheiro para aqueles que estão em dificuldades.

LEIA MAIS: Como manter sua equipe conectada durante o isolamento

Um porta-voz da Fifa disse à Reuters que a federação internacional está ciente de que há “sérios problemas financeiros por causa do surto de coronavírus”. “Isso ameaça interromper e prejudicar a capacidade das associações da Fifa e de outras organizações de futebol, como ligas e clubes, de desenvolver, financiar e administrar atividades de futebol em todos os níveis, incluindo profissionais, não profissionais, jovens e de base”, falou. “Está previsto que, em muitas partes do mundo, um número considerável de pessoas envolvidas no futebol, incluindo homens e mulheres, ficará em condições econômicas extremamente difíceis.”

O porta-voz acrescentou que, devido à forte situação financeira da Fifa, a entidade tem o dever de ajudar os necessitados. O formato exato e os detalhes dessa assistência ainda não foram decididos, mas nesta semana serão realizadas mais consultas com as associações da Fifa, as confederações continentais e outras partes interessadas.

A campanha eleitoral do presidente da Fifa, Gianni Infantino, em 2016, incluiu planos para distribuir os recursos da organização. Na época, ele declarou: “O dinheiro da Fifa é o seu dinheiro, não é o dinheiro do presidente da Fifa”.

LEIA TAMBÉM: FDA aprova cloroquina e hidroxicloroquina para tratamento emergencial de coronavírus

A maioria das competições nacionais e internacionais de futebol em todo o mundo está suspensa por causa da pandemia, enquanto torneios entre seleções, como a Euro 2020 e a Copa América, foram adiados.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).