9 coisas para se fazer antes de investir em inteligência empresarial

Softwares de coletas de dados podem ajudar no crescimento do seu negócio

Christian Ofori-Boateng, Forbes Technology Council
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Softwares de coletas de dados podem ajudar no crescimento do seu negócio

Acessibilidade


Resumo:

  • O termo conhecido em inglês como “business intelligence” (ou inteligência empresarial) pode ajudar no corte de gastos e na identificação de novas oportunidades e processos ineficientes;
  • Definir os objetivos com a implementação da inteligência empresarial e contratar um profissional especializado ampliam as chances de sucesso;
  • É importante também analisar e interpretar os dados coletados com a ferramenta.

Inteligência empresarial (“business intelligence”, em inglês) é a arte de obter as informações certas para as pessoas certas no momento certo. Todo CEO do mundo quer um crescimento mais rápido, mas a única maneira de acelerar é agilizar a maneira como sua empresa coleta, usa e age com relação a dados.

LEIA MAIS: Como empresas usam inteligência artificial para evitar fraudes

A verdade incomum sobre o investimento em softwares de inteligência empresarial é que a maioria das organizações de pequeno e médio porte se apressam em comprar a ferramenta antes de pensar no processo. Embora o uso da IE para impulsionar o crescimento dos seus negócios seja inteiramente possível, existem algumas etapas importantes a seguir.

O que é inteligência empresarial?

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Parece complicado, mas simplesmente se refere a ferramentas, processos e programas usados ​​para ajudar sua empresa a transformar informações em insights.

Veja alguns exemplos:

  • Tendências de mercado
  • Tendências de companhia
  • Vendas
  • Lucros e perdas
  • Comportamento do consumidor

O objetivo da inteligência empresarial é ajudar CEOs, gerentes de negócios e funcionários a tomar melhores decisões de negócios. As empresas também usam a técnica para cortar gastos, identificar novas oportunidades e processos de negócios ineficientes.

Escolha o software certo

Tudo fica mais fácil quando você tem as ferramentas certas para o trabalho, e a implementação de uma estratégia de inteligência empresarial não é diferente. A escolha do software correto e garantirá que seu projeto funcione, mas muito antes de você tomar essa decisão, é necessário entender seus objetivos.

Veja, na galeria abaixo, os 9 passos para uma implementação bem sucedida:

  • Getty Images

    1. Determine seus objetivos

    O primeiro passo é determinar seus objetivos. Como você vê a inteligência empresarial ajudando em um desempenho melhor? Faça uma lista das informações que ajudarão sua empresa a avançar:

  • Leads (interesse) que convertem em vendas
  • Padrões entre vendas realizadas
  • Semelhanças entre vendas perdidas
  • Os objetivos podem mudar à medida que sua estratégia progride.

  • Getty Images

    2. Escolha alguém para liderar o projeto internamente

    Encontre alguém para gerenciar o processo de adoção de inteligência empresarial e achar o software certo para o serviço. Provavelmente, será um gerente de projeto interno. Essa será a pessoa que manterá o programa em andamento, identificando pontos de referência, cumprindo prazos, ajustando metas e identificando áreas de melhoria, entre outros.

  • Getty Images

    3. Contrate um especialista para orientar o processo

    Ter um especialista para ajudar no processo de implementação aumenta a eficácia. O tipo de especialista, porém, vai depender do tamanho da sua empresa e dos seus objetivos.

    Por exemplo, um negócio pequeno pode contratar um consultor. O profissional ajuda a iniciar o processo e estará disponível caso sua equipe precise de suporte durante determinadas fases do processo.

    Companhias maiores podem contratar um diretor de dados. Ele será responsável por garantir a coleta e o gerenciamento adequados das informações. Essa pessoa também pode analisar os dados para elaborar uma estratégia de negócios apropriada, com base em insights derivados das informações.

  • Getty Images

    4. Avalie a situação atual

    Antes de chegar ao destino final, você deve saber o ponto de partida. Faça um balanço da sua situação atual. Anote quais dados e como eles são coletados pela sua empresa. Há informações que não estão sendo analisadas ​​ou são muito difíceis de interpretar?

    Por fim, determine quais dados são necessários para sua empresa, mas ainda não estão foram colhidos.

  • Getty Images

    5. Engaje sua equipe

    É importante entender que a implementação do software de inteligência empresarial não é apenas uma solução tecnológica. Você deve inserir sua equipe no processo para que eles entendam o valor do funcionalidade para a empresa. Se necessário, realize sessões de treinamento ou seminários para educá-los.

    A chave para tornar a inteligência de negócios bem-sucedida é liderar sua empresa como uma companhia orientada para dados. Isso significa tomar decisões com base nos insights derivados.

  • Getty Images

    6. Organize o que foi coletado

    Os dados não poderão ser analisados ​​se não estiverem organizados -são arquivados e esquecidos. Verifique se eles estão classificados de uma maneira que faça sentido e que seja fácil de estudar e tirar insights para os negócios.

  • Getty Images

    7. Desenvolva um consenso sobre como os dados são definidos

    Agora que você coletou informações, você deve criar parâmetros sobre como são definidas. No espírito de simplificar, digamos que você esteja analisando as taxas de conversão de leads em vendas. “X” não pode ser uma taxa de conversão aceitável em um mês e não ser boa o suficiente no próximo. Desenvolva um consenso sobre como os dados são interpretados.

  • Getty Images

    8. Identifique os principais indicadores de desempenho (KPIs)

    A escolha dos principais indicadores de desempenho dependerá do tipo de negócio, do setor e dos aspectos de desempenho que você deseja analisar. Aqui estão alguns exemplos comuns:

  • Margem de lucro média
  • Vendas mensais brutas
  • Performance do produto
  • Fidelização de clientes
  • Reconhecimento de marca
  • As possibilidades são infinitas, e cada empresa terá seu próprio conjunto exclusivo de KPIs para medir o desempenho e atingir as metas.

  • Getty Images

    9. Siga um plano que tenha fases

    A implementação de inteligência empresarial será muito mais suave se você seguir uma sequência. Isso significa implementar o BI em diferentes fases e não tudo de uma vez.

    Por exemplo, na primeira fase, você pode avaliar a situação atual da sua empresa e identificar os objetivos da sua empresa. A segunda fase pode consistir em determinar quais dados precisam ser coletados e como. O número de fases varia para cada negócio.

Getty Images

1. Determine seus objetivos

O primeiro passo é determinar seus objetivos. Como você vê a inteligência empresarial ajudando em um desempenho melhor? Faça uma lista das informações que ajudarão sua empresa a avançar:

  • Leads (interesse) que convertem em vendas
  • Padrões entre vendas realizadas
  • Semelhanças entre vendas perdidas
  • Os objetivos podem mudar à medida que sua estratégia progride.

    Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

    Facebook
    Twitter
    Instagram
    YouTube
    LinkedIn

    Tenha também a Forbes no Google Notícias.

    Compartilhe esta publicação: