5 dicas para fazer sua empresa crescer em 2020

GettyImages/ Caiaimage/Sam Edwards
Prestar atenção ao cliente e ter uma identidade clara da empresa são diferenciais que podem fazer seu 2020 ser especial

Resumo:

  • É essencial que empresas consigam ter uma noção do que o futuro reserva e como tirar proveito disso, mas a tarefa é difícil para negócios pequenos;
  • Para ajudar nessa tarefa, a Forbes conversou com Jennifer Kem, administradora da KemComm Media Group e do Master Brand Institute;
  • Jennifer lembrou que o foco em construir uma conexão forte com clientes é essencial para o sucesso futuro;
  • A profissional aconselha que os fundadores perguntem a si mesmos se alguém sentiria falta da sua empresa, caso ela deixasse de existir.

Empresários nunca param de pensar no que virá a seguir para seus negócios e em como aproveitar ao máximo o futuro, mas nos tempos em que vivemos o planejamento antecipado nem sempre é fácil. Antecipar-se a tendências pode ser especialmente desafiador para empresas pequenas ou individuais, que geralmente não têm um grande orçamento para pesquisa de mercado ou marketing.

LEIA MAIS: 7 inovações tecnológicas mais imperdíveis para 2020

Para obter informações sobre como expandir seus negócios em 2020, independentemente de orçamento, conversei recentemente com Jennifer Kem, uma futurista de marcas que administra a empresa de marketing KemComm Media Group e o Master Brand Institute, que ensina a criação de marcas para empreendedores.

Veja a seguir cinco previsões dela para 2020 e suas ideias sobre como aproveitar ao máximo o que está por vir:

  • 1. A conexão humana será mais importante do que nunca

    Muitas pessoas estão sozinhas, isoladas e alienadas em um mundo cada vez mais guiado pela tecnologia. Os empreendedores inteligentes encontrarão maneiras de dedicar o tempo que a tecnologia liberou para conhecer melhor os clientes, mesmo que seja com métodos simples, como dedicar alguns minutos extras para conversar com eles. “Onde você coloca seu tempo e dinheiro precisa estar na ‘vida real’ e nos relacionamentos”, diz Jennifer Kem.

    Ela recomenda criar uma rede pequena e unida, povoada por pessoas que o ajudem a se conectar ao seu objetivo mais elevado, em vez de se espalhar entre um grupo grande ou fazer apenas contatos superficiais de vez em quando. “As pessoas não querem que os relacionamentos sejam rápidos”, diz ela.

    Procure também maneiras de criar experiências que ajudem as pessoas a se sentirem parte de um “movimento”, como a marca de ciclismo Peleton. Conectar seus clientes a pessoas parecidas aumenta o senso de pertencimento.

    E se você não tiver o orçamento da Peleton? Não importa. Existem muitas maneiras de criar uma comunidade genuína em um local restrito, como planejar um evento ao vivo ou workshop, diz ela.

  • 2. Manter a produção criativa fiel aos seus valores dará uma vantagem

    O que vai atrair clientes para sua marca e negócio será o conteúdo ou outras coisas que você criar (ou selecionar) que realmente transmitem seus valores. Isso se aplica a empresas de todos os tamanhos, seja a próximo unicórnio ou uma loja individual. “Se você é uma pequena empresa, na verdade está construindo uma marca”, diz Jennifer.

    Quanto mais consistente for sua mensagem e quanto mais cada conteúdo for sincronizado com os valores que você já expressou, mais poderosa será sua marca.

    A guru do marketing Seth Godin e a autora do filme “Comer, Rezar, Amar”, Elizabeth Gilbert, são bons exemplos desse princípio em ação, diz ela. Ambos estão constantemente apresentando novas idéias e livros, mas seus valores fundamentais são muito consistentes.

  • 3. Foco é importante

    É difícil fazer com que as pessoas comprem de você se elas não entenderem realmente o que você vende. Faça uma oferta focada que reflita o que o mercado deseja e mostre como a marca a entregará, aconselha a especialista. Clareza ajudará sua mensagem de marketing a atrair a atenção de seus possíveis clientes em um ambiente muito barulhento e perturbador.

    Apenas certifique-se de fazer sua lição de casa (e muitas tentativas) primeiro, para descobrir o que seu cliente-alvo realmente deseja. “Você precisa saber o que está acontecendo e decidir o que é relevante para a maneira como faz negócios”, afirma Jennifer.

  • 4. Você terá sucesso criando valor real e duradouro

    Sua empresa terá mais poder de permanência se você encontrar uma maneira de fazer a diferença, algo que vá além de simplesmente abordar um ponto problemático ou desejo de seus clientes.

    Jennifer Kem aponta para um exercício que Cynthia Montgomery, professora de administração de empresas da Harvard Business School, desenvolveu. Pergunte a si mesmo o que aconteceria se sua empresa morresse. Alguém sentiria falta dela? O mundo seria o mesmo? Se ninguém ficaria triste por ela ter desaparecido, é hora de dedicar mais tempo para descobrir o que importa para seus clientes e encontrar a interseção com seu próprio objetivo como empreendedor.

    A mentalidade por trás dessa abordagem é muito diferente do pensamento puramente orientado a resultados adotado por algumas empresas, sem considerar o impacto a longo prazo nas pessoas afetadas ou no mundo. “É sobre lucro, pessoas e o planeta”, diz ela.

  • 5. Sua plataforma é sua passagem para o crescimento futuro

    Idealmente, todo empreendedor deve tentar alcançar sua comunidade tanto no mundo digital quanto no analógico, criando o que Jennifer chama de “um corpo absoluto de trabalho”. Por exemplo, você pode ter uma forte presença no Instagram e realizar eventos ao vivo, como workshops, seminários ou conferências. (Ela aconselha não se espalhar muito pelas mídias sociais. É melhor entrar de cabeça em uma plataforma e criar uma forte presença lá).

    Ao criar sua plataforma, continue se perguntando como você pode se adaptar a um mundo em mudança. “Como você pode permanecer relevante e crescer enquanto é fiel a você mesmo?”, ela pergunta. “Você quer se manter lucrativo e relevante para seus clientes.”

    Essa mentalidade o tornará muito referenciável e ajudará sua empresa a prosperar, independentemente das manchetes em 2020.

1. A conexão humana será mais importante do que nunca

Muitas pessoas estão sozinhas, isoladas e alienadas em um mundo cada vez mais guiado pela tecnologia. Os empreendedores inteligentes encontrarão maneiras de dedicar o tempo que a tecnologia liberou para conhecer melhor os clientes, mesmo que seja com métodos simples, como dedicar alguns minutos extras para conversar com eles. “Onde você coloca seu tempo e dinheiro precisa estar na ‘vida real’ e nos relacionamentos”, diz Jennifer Kem.

Ela recomenda criar uma rede pequena e unida, povoada por pessoas que o ajudem a se conectar ao seu objetivo mais elevado, em vez de se espalhar entre um grupo grande ou fazer apenas contatos superficiais de vez em quando. “As pessoas não querem que os relacionamentos sejam rápidos”, diz ela.

Procure também maneiras de criar experiências que ajudem as pessoas a se sentirem parte de um “movimento”, como a marca de ciclismo Peleton. Conectar seus clientes a pessoas parecidas aumenta o senso de pertencimento.

E se você não tiver o orçamento da Peleton? Não importa. Existem muitas maneiras de criar uma comunidade genuína em um local restrito, como planejar um evento ao vivo ou workshop, diz ela.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).