Iberdrola obtém até € 250 mi do EIB para eólicas da Neoenergia no Brasil

Recursos serão usados para implementar 15 parques na Bahia e Piauí.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
lorian Gaertner/Photothek via Getty Images
lorian Gaertner/Photothek via Getty Images

Recursos do EIB vão para usinas eólicas do complexo Oitis, na Bahia e Piauí, e do parque Chafariz, na Bahia, empreendimentos que somarão capacidade instalada total de 520 megawatts

Acessibilidade


O grupo espanhol de energia Iberdrola anunciou ontem (5) acordos junto ao banco europeu EIB para financiamento de projetos, incluindo parques eólicos de sua controlada no Brasil, a Neoenergia.

O banco da União Europeia irá emprestar até € 250 milhões, ou cerca de R$ 1,16 bilhão, para apoiar a implementação pela Neoenergia de 15 parques eólicos no Nordeste do Brasil.

LEIA MAIS: Lucro da Neoenergia sobe quase 20% no 3º tri

O contrato de financiamento tem prazo de 15 anos, sendo três anos de carência para o principal, com desembolsos previstos em até 36 meses após a data de assinatura, afirmou a Neoenergia em comunicado em separado.

A empresa acrescentou que buscará proteção contra variações cambiais na operação por meio de instrumento financeiro, conforme previsto na política da companhia para transações com moeda estrangeira.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os recursos do EIB vão para usinas eólicas do complexo Oitis, na Bahia e Piauí, e do parque Chafariz, na Bahia, empreendimentos que somarão capacidade instalada total de 520 megawatts.

De acordo com a Iberdrola, a operação está enquadrada no mandato do banco europeu para a América Latina no período 2014-2020, o que significa que o acordo é coberto por garantias da União Europeia.

O apoio do EIB aos projetos eólicos faz parte do compromisso do banco de atuar em prol de metas de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, acrescentou a elétrica.

VEJA TAMBÉM: Neoenergia aprova capex de R$ 1,9 bi para eólicas no NE

A companhia espanhola também terá financiamento de € 440 milhões para reforçar sua infraestrutura de redes de distribuição de energia em seu país sede, incluindo esforços de implementação da tecnologia de “redes inteligentes”, com a instalação de medidores mais modernos e digitalização.

O acordo entre a Iberdrola e a instituição financeira foi anunciado durante a conferência climática COP 25, em Madri.

“Para cumprir totalmente os compromissos do Acordo de Paris, nós precisamos mobilizar recursos em uma escala sem precedentes, e o EIB está buscando liderar a resposta a esse desafio”, afirmou em nota a vice-presidente do EIB, Emma Navarro.

“Nós estamos trabalhando para mobilizar até € 1 trilhão ao longo da próxima década por meio de projetos que, como esses que estamos apoiando hoje, irão ajudar na transição rumo a uma economia de baixo carbono, promovendo energias renováveis”, acrescentou.

O EIB já havia fechado acordo mais cedo neste ano, em setembro, para financiamento de € 150 milhões para parques eólicos e solares da elétrica EDP Renováveis, da portuguesa EDP.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: