Quanto as gigantes de tecnologia gastaram com lobby em 2019

Getty Images
A Amazon foi uma das empresas que bateu recorde de investimentos em lobistas em 2019, gastando mais de US$ 16 milhões

Amazon e Facebook foram as líderes do lobby nos EUA no ano passado, de acordo com um relatório publicado na terça-feira (21) pelo governo norte-americano. O documento mostra os investimentos de grandes empresas tecnológicas em lobistas em 2019. Amazon e Facebook chegaram, cada uma, perto da marca dos US$ 17 milhões em esforços no mundo político, batendo seus recordes individuais.

A conclusão, segundo uma compilação de dados anteriores, é que o Facebook gastou cerca de US$ 81 milhões com a prática política desde 2010, sendo 2019 seu maior ano. Os principais motivos por trás deste investimento milionário foram os inúmeros escândalos de Mark Zuckerberg envolvendo falhas de segurança e privacidade na rede social (que inclusive levaram o CEO a julgamentos e até ao congresso norte-americano) e os esforços para a regulamentação e lançamento da libra, criptomoeda do Facebook que ainda não foi consolidada.

LEIA MAIS: Governo norte-americano pode impedir integração de Whatsapp, Facebook e Instagram

A libra passa por dificuldades desde outubro de 2019, quando seus principais parceiros começaram a abandonar o projeto por conta das incertezas em torno de seu processo regulatório. Entre as primeiras a deixarem o consórcio de parceiros da libra estão a Mastercard e a empresa de pagamentos online PayPal. Desde então, outras empresas vêm seguindo o mesmo caminho. A mais recente foi a operadora telefônica Vodafone, que saiu oficialmente do grupo ontem (22).

Já a Amazon enfrentou alguns obstáculos relacionados ao CEO Jeff Bezos, o mais recente sendo o suposto hackeamento de seu celular pela Arábia Saudita. Em entrevista ao “The Washington Post” publicada hoje (23), a representante da Amazon Jill Kerr afirmou que a empresa está “focada em se certificar de que está defendendo questões importantes para os nossos consumidores.” Como o Facebook, a Amazon também bateu seu recorde, investindo quase US$ 17 milhões.

Nos últimos anos, os gigantes do Vale do Silício têm se envolvido cada vez mais com política, e, para muitos deles, questões de segurança como a violação da privacidade de seus usuários é o principal motivo desta mudança, O Google, que também está nesse novo relatório, teria investido aproximadamente US$ 150 milhões na última década e US$ 12 milhões no último ano.

Entre as empresas que constam na lista de investimentos milionários mas não bateram a marca dos US$ 10 milhões em 2019 estão a Apple, que gastou US$ 7 milhões, e a Uber, que desembolsou US$ 2,3 milhões com lobistas no ano passado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).