CVM orienta empresas a informarem impactos do coronavírus

Órgão regulador recomenda que riscos sejam reportados nas demonstrações financeiras

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Gettyimages
Gettyimages

A recomendação também envolve projeções e estimativas relacionados aos riscos do coronavírus

Acessibilidade


O órgão regulador do mercado de capitais brasileiro, CVM, divulgou hoje (10) orientações para que companhias abertas do país divulguem eventuais efeitos da epidemia de coronavírus em suas demonstrações contábeis.

Um ofício circular foi publicado com as recomendações para que diretores de relações com investidores e auditores independentes considerem “cuidadosamente os impactos do Covid-19 em seus negócios e reportem nas demonstrações financeiras os principais riscos e incertezas advindos desta análise”.

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que coronavírus “não é o que se propaga” e minimiza turbulência nos mercados

“Apesar da difícil tarefa de quantificação monetária dos impactos futuros, é necessário que as companhias e seus auditores, cada qual exercendo o seu papel, empenhem os melhores esforços para prover informações que espelhem a realidade econômica”, afirmou em comunicado à imprensa o diretor das Superintendências de Normas Contábeis e de Auditoria da CVM (SNC), José Carlos Bezerra da Silva.

A recomendação também envolve a avaliação de publicação de fato relevante e de projeções e estimativas relacionados aos riscos do coronavírus.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: