Samsung Display pede isenção de quarentena para 700 engenheiros no Vietnã

ReutersConnect/David Mercado
ReutersConnect/David Mercado

O Vietnã é o principal mercado de exportação da Coreia do Sul e a quinta maior fonte de importações coreanas

A Samsung Display, fornecedora da Samsung Electronics e da Apple, pediu ao Vietnã que isente 700 engenheiros sul-coreanos de uma quarentena obrigatória, afirmando que eles precisam se preparar para a produção de telas de novos smartphones da companhia.

O Vietnã determinou uma quarentena de 14 dias para pessoas vindas da Coreia do Sul para conter a propagação do coronavírus, que já atingiu mais de 60 países. A Coreia do Sul registrou um dos maiores números de infecções fora da China.

LEIA MAIS: Aposta de US$ 116 bi da Samsung em semicondutores aumenta concorrência com gigantes do setor

Isso foi um golpe para empresas sul-coreanas, que são os maiores investidores estrangeiros no Vietnã. A Samsung Display opera uma fábrica no país, onde monta telas OLED usadas em smartphones produzidos da Samsung Electronics, Apple e Huawei.

“Nessa época do ano, a Samsung Display envia engenheiros da Coreia ao Vietnã para se prepararem para o lançamento de novos dispositivos programados para a segunda metade do ano”, disse uma pessoa familiarizada com o assunto à Reuters. “As restrições de viagem podem causar um revés para esse plano.”

A Samsung Display está conversando com o governo vietnamita sobre a isenção da quarentena para seus engenheiros que viajam da Coreia do Sul se apresentarem exames médicos, acrescentou a pessoa.

LEIA TAMBÉM: Samsung revela smartphone dobrável Galaxy Z

O país do sudeste asiático é o principal mercado de exportação da Coreia do Sul e a quinta maior fonte de importações coreanas. Só a Samsung Electronics responde por 20% das exportações do Vietnã e produz mais da metade de seus smartphones lá.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).