Planalto diz que ajuda a informais durante pandemia será efetivada "nos próximos dias"

Transferência de renda direta terá duração de três meses podendo ser prorrogada

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

O benefício, que será pago pelo governo federal, é de R$ 600 e que pode chegar a R$ 1.200 para mulheres que sejam as únicas provedoras da família

Acessibilidade


A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República afirmou em nota na noite de ontem (3) que os recursos que serão usados no pagamento de um auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais durante a pandemia do coronavírus já estão disponíveis e que ele será “efetivado nos próximos dias”.

“Com transparência e cumprimento às regras jurídicas e institucionais, o governo federal autorizou a medida no mais breve tempo possível. Trata-se de uma transferência de renda direta com duração de três meses podendo ser prorrogada por ato do Poder Executivo durante o período de enfrentamento da emergência pública”, afirma a nota.

LEIA MAIS: Bolsonaro anuncia sanção de ajuda emergencial e crédito para manutenção de empregos

O benefício, de R$ 600 e que pode chegar a R$ 1.200 para mulheres que sejam as únicas provedoras da família, foi aprovado pelo Congresso Nacional, que elevou o valor do auxílio posteriormente sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro. O valor proposto pelo governo era de R$ 200.

A Covid-19, doença provocada pelo coronavírus, já matou 299 pessoas no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, e o número de casos confirmados no país é de 7.910.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: