Bolsonaro anuncia sanção de ajuda emergencial e crédito para manutenção de empregos

Ueslei Marcelino/Reuters

Bolsonaro afirmou que serão editadas ainda três MPs para mitigar os impactos econômicos da pandemia

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que sancionará hoje (1) a ajuda emergencial de R$ 600 mensais a trabalhadores informais, aprovada pelo Congresso, no âmbito das medidas de enfrentamento à crise do coronavírus.

Segundo o presidente, serão investidos R$ 98 bilhões para os pagamentos por três meses.

LEIA MAIS: Senado aprova projeto que concede R$ 600 a vulneráveis

Bolsonaro afirmou ainda, em breve pronunciamento no Palácio do Planalto, que serão editadas ainda três medidas provisórias para mitigar os impactos econômicos da pandemia.

Uma das MPs ampliará repasses aos Estados e municípios em R$ 16 bilhões, outra dará R$ 51 bilhões para empresas cobrirem a diferença de salários no caso de negociações em que reduzam os pagamentos e a terceira estabelece crédito de R$ 54 bilhões para empresas que decidirem manter os empregos financiarem a folha de pagamentos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).