Conheça o centro da inteligência artificial no Brasil

Getty Images
Getty Images

Centro de pesquisas de IA de São Carlos é financiado pela IBM, pela Fapesp e pela USP

São Carlos (SP) está prestes a começar um novo capítulo de sua história com o início das operações de um dos mais avançados centros de inteligência artificial (IA) do país, que promete criar mais oportunidades para startups e grandes empresas interessadas em acessar a expertise local.

Com 250 mil habitantes, 162 anos de fundação e a 230 quilômetros de São Paulo, a cidade tem um doutor para cada 100 moradores, segundo pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), média quase dez vezes maior que a nacional. A tradição intelectual ganhará novo fôlego com o núcleo do centro de pesquisas de IA financiado pela IBM, pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pela USP, que focará em aplicações de IA em áreas como processamento de linguagem natural, aprendizado de máquina, óleo e gás, agronegócio, meio ambiente, finanças e saúde.

LEIA MAIS: Inteligência artificial começa a ser usada a serviço do bem; veja exemplos

Segundo Fernando Osório, professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP e integrante do comitê gestor do centro, que começa suas atividades em março, o local é uma espécie de oásis da academia brasileira. “Estamos passando por uma crise de financiamento em pesquisa, mas a área de IA está protegida e privilegiada, tanto em nível estadual quanto federal”, aponta.

“ESTAMOS PASSANDO POR UMA CRISE DE FINANCIAMENTO EM PESQUISA, MAS A ÁREA DE IA ESTÁ PROTEGIDA E PRIVILEGIADA, TANTO EM NÍVEL ESTADUAL QUANTO FEDERAL”, Fernando Osório, professor do ICMC da USP

O ICMC registrou um aumento de 25% no interesse em mestrandos em IA, e São Carlos tem evitado o “brain drain” (fuga de cérebros) – isso beneficia startups de alto crescimento como a desenvolvedora de software de gestão fiscal Arquivei e a construtech Ambar, bem como empresas menores como a Onii, que faz uso de tecnologias emergentes (como veículos autônomos) em sua oferta de mercadinhos self-service para condomínios, e a Inffino, brechó online que usa machine learning para detectar a autenticidade de bolsas de luxo.

Reprodução
Reprodução

A startup Arquivei

O papel do setor privado

O fundador da Ambar, Bruno Balbinot, diz que a presença da USP e da Universidade Federal de São Carlos é importante para a criação de know-how, mas o setor privado também exerce um papel essencial. “Sem empreendedores, capital de risco e demanda de mercado, a universidade vai ficar só produzindo papers”, pondera. A professora do ICMC Solange Rezende, uma das maiores autoridades em processamento de linguagem natural no país, diz que a academia quer aplicar sua pesquisa no mundo real. “O que faltava era a proximidade com o empreendedorismo, e agora temos essa interação”, comemora.

Unindo as pontas

Reprodução
Reprodução

Onovolab, centro de inovação que reúne grandes empresas em São Carlos

Instalado em uma antiga tecelagem de 20 mil metros quadrados, o centro de inovação independente Onovolab se posiciona como um interlocutor entre as pontas do ecossistema. Empresas baseadas lá incluem iFood, Deloitte e Serasa Experian, e outras, como Roche, Fleury e Electrolux, encomendam projetos. “Nossa fábrica de São Carlos é uma das mais modernas do grupo, e no contexto de indústria 4.0 falamos muito em usar os dados que vêm das fábricas. Ter acesso a pessoas capacitadas para isso é essencial”, diz Antonio Mandalozzo, diretor de transformação digital na Electrolux.

Segundo Anderson Criativo, CEO do Onovolab, a evolução intelectual de São Carlos deve atrair ainda mais empresas carentes de expertise. “A união de players que atraem o interesse do mercado para iniciativas de inovação e atores que desenvolvem pesquisa em uma área tão estratégica como IA posicionam a cidade como centro de referência e um dos principais ecossistemas de inovação do Brasil.”

Reportagem publicada na edição 75, lançada em março de 2020

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).