Joaquim Levy será diretor do Banco Safra

Nomeado presidente do BNDES pelo atual ministro da Economia, Paulo Guedes, Levy pediu para deixar o cargo há um ano

Blog da Redação
Compartilhe esta publicação:
ReutersConnect/Pilar Olivares
ReutersConnect/Pilar Olivares

Joaquim Levy possui experiência em órgãos multilaterais e já ocupou cargos em diversos governos brasileiros da história recente

Acessibilidade


O Banco Safra anunciou hoje (22) a nomeação do ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES Joaquim Levy como diretor de estratégia econômica e relações com mercados.

Levy, de 59 anos, tem passagem por vários órgãos multilaterais, tendo sido inclusive diretor-geral do Banco Mundial, e ocupado a vice-presidência financeira do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

LEIA MAIS: B2W e Ancar Ivanhoe fecham acordo para acesso de lojas de shoppings a marketplace

O executivo também ocupou cargos em vários dos governos brasileiros nos últimos 20 anos, sendo secretário do Tesouro Nacional no mandato de Fernando Henrique Cardoso, em 2003.

Em 2014, deixou a Bradesco Asset Management para ser ministro da Fazenda no começo do segundo mandato de Dilma Rousseff. Ficou no cargo por 11 meses.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Nomeado presidente do BNDES pelo atual ministro da Economia, Paulo Guedes, Levy pediu para deixar o cargo há um ano, após o presidente Jair Bolsonaro ter ameaçado publicamente demiti-lo se ele não afastasse um executivo do banco de fomento.

LEIA TAMBÉM: XP Inc lança escola de educação financeira a distância

Levy é doutor em Economia pela Universidade de Chicago, mestre em Economia pela Fundação Getúlio Vargas e graduado em Engenharia Naval pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: