Os 10 bilionários que mais enriqueceram durante a semana

gettyimages-Emma-McIntyre
As ações da Amazon subiram 4% e atingiram outra alta histórica na última terça-feira (23)

Embora a crescente preocupação com o coronavírus tenha interrompido o mercado de ações desta semana, algumas das pessoas mais ricas do mundo ficaram ainda mais ricas. Entre 18 e 25 de junho – período de uma semana em que o S&P 500 permaneceu praticamente estável – as fortunas de 10 bilionários aumentaram US$ 23 bilhões, enquanto algumas ações continuam a subir, apesar da incerteza econômica generalizada.

O maior ganhador da semana passada não é estranho ao título. O homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, está US$ 50 bilhões mais rico do que em fevereiro – mês em que a incerteza alimentada pelo coronavírus ainda não tinha afetado globalmente o mundo das ações. Somente nesta semana, o patrimônio líquido de Bezos aumentou US$ 5,6 bilhões, terminando na quinta-feira (25) em US$ 164,5 bilhões. As ações da Amazon subiram 4% e atingiram outra alta histórica na terça-feira (23), depois que a empresa anunciou um fundo de capital de risco de US$ 2 bilhões, batizado de Climate Pledge Fund, para investir em empresas que estão ajudando a reduzir as emissões de carbono. A ex-mulher de Bezos, MacKenzie, também está entre os maiores ganhadores de toda a pandemia, graças à sua participação de aproximadamente 4% na Amazon. Sua fortuna, agora em US$ 53,9 bilhões, saltou US$ 2 bilhões nesta semana, tornando-a a segunda mulher mais rica do mundo – superando Alice Walton, filha do fundador do Walmart, Sam Walton. MacKenzie está atrás apenas da herdeira da L’Oreal, Françoise Bettencourt Meyers, que tem US$ 62,3 bilhões.

LEIA MAIS: 10 bilionários ganharam US$ 23 bilhões esta semana

Enquanto isso, Ma Huateng, presidente da Tencent, com sede em Shenzhen, ganhou US$ 3,4 bilhões desde a semana passada, aumentando sua fortuna para US$ 54,6 bilhões. Ele supera Jack Ma, o cofundador e ex-presidente executivo do Alibaba, o maior grupo de comércio eletrônico da China. O patrimônio líquido de Jack Ma caiu US$ 244 milhões nesta semana, fechando em US$ 44,3 bilhões, quando a Tencent superou o Alibaba para se tornar a empresa pública mais valiosa da China, com um valor de mercado de quase US$ 603 bilhões. Ma Huateng é um dos quatro magnatas chineses entre os maiores ganhadores da semana.

Em termos percentuais, o maior ganhador da semana é o investidor russo Suleiman Kerimov, cuja fortuna saltou US$ 1,3 bilhão, ou quase 9%, graças à participação de 78% que ele e sua família detêm no maior produtor de ouro da Rússia, a Polyus. Embora as ações da Polyus ainda estejam abaixo do recorde de abril, elas subiram 11% nesta semana, uma vez que se recuperam após um relatório de baixa dos lucros do primeiro trimestre divulgado em 1º de junho. A empresa disse que pode precisar diminuir suas metas de produção para 2020, depois que funcionários de uma das principais unidades de negócios que operam três minas na Sibéria testaram positivo para a Covid-19. Kerimov terminou a semana com patrimônio de  US$ 16,7 bilhões.

Outros grandes ganhadores incluem o chefe da LVMH, Bernard Arnault, cuja fortuna aumentou US$ 1,7 bilhão e foi a US$ 104,1 bilhões – o valor ainda está abaixo das máximas de janeiro -, e o titã da tecnologia Michael Dell. As ações da Dell Technologies subiram mais de 8% nesta semana, atingindo seus níveis mais altos desde meados de fevereiro, depois de relatos de que a empresa poderia reduzir sua participação de US$ 50 bilhões na empresa de software VMware. Dell encerrou a semana US$ 1,6 bilhão mais rico, com US$ 31,6 bilhões.

Veja, na galeria abaixo, os dez bilionários que mais ganharam na última semana (entre 18 de junho e 25 de junho):

  • 1. Jeff Bezos

    Fortuna: US$ 164,5 bilhões (aumento de US$ 5,6 bilhões)
    Nacionalidade: norte-americano
    Fonte da riqueza: Amazon

  • 2. Ma Huateng

    Fortuna: US$ 54,6 bilhões (aumento de US$ 3,4 bilhões)
    Nacionalidade: chinês
    Fonte da riqueza: Tencent

  • 3. Mukesh Ambani

    Fortuna: US$ 63,5 bilhões (aumento de US$ 3,7 bilhões)
    Nacionalidade: indiano
    Fonte da riqueza: petroquímicos, óleo e gás

  • 4. Mackenzie Bezos

    Fortuna: US$ 54 bilhões (aumento de US$ 2 bilhões)
    Nacionalidade: norte-americana
    Fonte da riqueza: Amazon

  • 5. Colin Zheng Huang

    Fortuna: US$ 44,6 bilhões (aumento de US$ 1,9 bilhão)
    Nacionalidade: chinês
    Fonte da riqueza: e-commerce

  • 6. Bernard Arnault

    Fortuna: US$ 104,1 bilhões (aumento de US$ 1,7 bilhão)
    Nacionalidade: francês
    Fonte da riqueza: LVMH

  • 7. Michael Dell

    Fortuna: US$ 31,6 bilhões (aumento de US$ 1,6 bilhão)
    Nacionalidade: norte-americano
    Fonte da riqueza: Dell

  • 8. William Lei Ding

    Fortuna: US$ 26,7 bilhões (aumento de US$ 1,6 bilhão)
    Nacionalidade: chinês
    Fonte da riqueza: jogos online

  • 9. Yinglin Qin

    Fortuna: US$ 33,5 bilhões (aumento de US$ 1,4 bilhão)
    Nacionalidade: chinês
    Fonte da riqueza: suinocultura

  • 10. Suleiman Kerimov

    Fortuna: US$ 16,7 bilhões (aumento de US$ 1,3 bilhão)
    Nacionalidade: russo
    Fonte da riqueza: investimentos

1. Jeff Bezos

Fortuna: US$ 164,5 bilhões (aumento de US$ 5,6 bilhões)
Nacionalidade: norte-americano
Fonte da riqueza: Amazon

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).