Companhia dona do TikTok oferece renunciar à participação para garantir acordo nos EUA

SOPA Images/GettyImages
SOPA Images/GettyImages


Concessão da ByteDance testará se a ameaça de Trump de proibir o TikTok é uma tática de negociação ou se ele pretende reprimir um aplicativo de mídia social

A companhia chinesa ByteDance concordou em alienar completamente as operações americanas da TikTok em uma tentativa de salvar um acordo com a Casa Branca, depois que o presidente Donald Trump disse ontem (31) que decidiu proibir o popular aplicativo de vídeo, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto neste sábado.

Autoridades dos EUA disseram que o TikTok, sob sua matriz chinesa, representa um risco nacional por causa dos dados pessoais que ele manipula.

VEJA TAMBÉM: Como os usuários do Tik Tok estão espalhando fake news sobre o coronavírus

A concessão da ByteDance testará se a ameaça de Trump de proibir o TikTok é uma tática de negociação ou se ele pretende reprimir um aplicativo de mídia social que tem até 80 milhões de usuários ativos diários nos Estados Unidos.

Trump disse a repórteres a bordo do Air Force One na noite de sexta-feira que emitiria uma ordem para que o TikTok fosse proibido nos Estados Unidos neste sábado. “Não é o acordo que você está ouvindo, que eles vão comprar e vender… Nós não somos um país de M&A (fusões e aquisições)”, afirmou.

A ByteDance procurava anteriormente manter uma participação minoritária nos negócios da TikTok nos EUA, que a Casa Branca havia rejeitado.

Sob o novo acordo proposto, a ByteDance sairia completamente e a Microsoft Corp assumiria o TikTok nos Estados Unidos, disseram as fontes.

E AINDA: Forbes promove webinar sobre saúde mental nas empresas. Participe

Alguns investidores da ByteDance baseados nos Estados Unidos podem ter a oportunidade de assumir participações minoritárias nos negócios, acrescentaram as fontes. Cerca de 70% dos investidores externos da ByteDance são norte-americanos.

A Casa Branca se recusou a comentar se Trump aceitaria a concessão da ByteDance.

O ByteDance em Pequim não respondeu a um pedido de comentário. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).