CureVac pretende captar até US$ 245 milhões em IPO na Nasdaq

Amr Abdallah Dalsh/Reuters
Amr Abdallah Dalsh/Reuters

A CureVac é uma das principais candidatas a desenvolver uma vacina para Covid-19

A CureVac, uma das principais candidatas a desenvolver uma vacina para Covid-19, disse que pretende captar até US$ 245 milhões em uma oferta pública inicial (IPO) de ações na Nasdaq.

A empresa alemã de biotecnologia disse hoje (10) que planeja oferecer um total de até 15,33 milhões de novas ações, acrescentando que os papéis provavelmente serão precificados na faixa de US$ 14 a US$ 16 cada uma.

Leia mais: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

O controlador da companhia, Dietmar Hopp, co-fundador da gigante de software SAP, se comprometeu a injetar mais € 100 milhõesna empresa, segundo os termos do IPO.

No ponto médio da faixa de preço, a CureVac deve ser avaliada em cerca de US$ 2,7 bilhões de dólares, de acordo com o prospecto. A estreia no mercado está marcada para sexta-feira (14), disseram três pessoas familiarizadas com a oferta.

A CureVac espera mostrar que sua vacina pode funcionar com doses menores do que a de rivais. A empresa começou a fazer testes em humanos em meados de junho, depois de rivais como a BioNTech e parceira Pfizer, que iniciaram os testes clínicos no final de abril.

Leia também: IPO da Quicken Loans aumenta fortuna de Dan Gilbert em mais de US$ 33 bilhões

Os recursos do IPO da CureVac ajudarão a financiar o desenvolvimento de uma vacina para o coronavírus baseada em mRNA, aumento de capacidade de produção, desenvolvimento de medicamento contra câncer e de uma vacina contra a raiva, entre outros empreendimentos da companhia.

O grupo, que também é apoiado pela fundação do cofundador da Microsoft, Bill Gates, inicialmente sinalizou planos de ir a público em 24 de julho. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).