Oracle entra em disputa por aquisição de operações do TikTok nos EUA

Compra se estende para Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

Oracle está em negociações preliminares com a chinesa ByteDance, proprietária do TikTok

Acessibilidade


A Oracle está em negociações preliminares com a chinesa ByteDance, proprietária do TikTok, e estava considerando seriamente comprar as operações do aplicativo nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, informou o jornal “Financial Times” ontem (17).

A Oracle estava trabalhando com alguns investidores norte-americanos que já têm uma participação na ByteDance, incluindo General Atlantic e Sequoia Capital, informou o jornal, citando pessoas informadas sobre o assunto.

LEIA MAIS: TikTok anuncia fundo de US$ 200 milhões para usuários

A ByteDance e o TikTok não comentaram a reportagem, enquanto a Oracle se recusou a comentar.

O “Financial Times” disse ontem que a Microsoft também considerou seriamente uma oferta para assumir as operações globais da TikTok além das localizadas nos países que havia delineado no início de agosto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mas a ByteDance se opõe à ideia de vender quaisquer ativos além dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, de acordo com a matéria.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou na semana passada que a ByteDance vendesse as operações norte-americanas do aplicativo em 90 dias, aumentando a pressão sobre a empresa chinesa por causa das preocupações sobre a segurança dos dados pessoais de usuários.

A General Atlantic e a Sequoia Capital não estavam imediatamente disponíveis para comentar. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: