Nova rodada de financiamento avalia a Instacart em US$ 17,7 bilhões

Getty Images
Getty Images

Plataforma de entrega de alimentos tem mais de 500 varejistas em 40 mil lojas

A Instacart, empresa norte-americana que opera um serviço de entrega e coleta de alimentos, anunciou seu segundo financiamento de nove dígitos neste ano, com uma rodada da Série H de US$ 200 milhões, que avalia o aplicativo de entrega em US$ 17,7 bilhões.

A avaliação eleva o patrimônio líquido do fundador e CEO de 34 anos, Apoorva Mehta, de US$ 400 milhões para US$ 1,6 bilhão, com base em uma participação estimada de 10% na Instacart. Mehta virou bilionário depois de levantar US$ 225 milhões para a empresa em junho, o que avaliou a empresa em US$ 13,7 bilhões e colocou o valor de sua participação em US$ 1,2 bilhão. Um porta-voz da Instacart não quis comentar a estimativa da Forbes.

LEIA MAIS: Quem é o bilionário maranhense dono da rede de supermercados Mateus

A nova rodada de financiamento foi liderada pelos já investidores da Instacart Valiant Peregrine Fund e da D1 Capital. O dinheiro vai ser destinado para mais investimentos em publicidade na web –onde marcas de alimentos pagam por uma melhor colocação ou campanhas dentro do aplicativo– bem como sua plataforma empresarial para que as empresas criem seu próprio supermercado online.

A Instacart trabalha com mais de 500 varejistas em 40 mil lojas nos EUA e no Canadá. Desde o início de 2020, a Instacart adicionou mais 25% de lojas e varejistas à sua plataforma, incluindo a Sephora, revendedora de cosméticos, e a loja de conveniência americana 7-Eleven, e ainda está expandindo o aplicativo com outras gigantes, como Walmart.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).