Os 10 atletas mais bem pagos da última década

Michael Reaves/Getty Images
Michael Reaves/Getty Images

Contrato com o PSG e novo patrocínio da Puma garantem que Neymar seja um dos atletas mais bem pagos do mundo pelos próximos anos

Um contrato longo e lucrativo, ideal para que você possa se concentrar apenas em ser a melhor versão de si mesmo, é o sonho de qualquer atleta. No entanto, poucos conseguem arrecadar dezenas de milhões com seus times e patrocinadores, e raros são os casos de jogadores que conseguem se manter no topo da folha salarial por uma década.

Entre os 10 atletas mais bem pagos da última década, pode-se enxergar uma variedade de esportes: futebol, boxe, golfe, basquete, tênis e automobilismo. Mas eles têm em comum o fato de serem multi-campeões em suas modalidades e a conquista de prêmios individuais.

LEIA MAIS: Venus Williams dá dicas para empreendedores enfrentarem a pandemia

A mulher mais bem colocada

Essa mesma variedade não é vista quando se comparam os gêneros – e, a exemplo de quase todos os outros setores, o domínio masculino é evidente. A atleta que mais se aproxima da lista é a tenista Serena Williams (39 anos), que obteve vitórias em 23 Grand Slams durante sua carreira. Com uma extensa listas de patrocínios, a jogadora acumulou um patrimônio de US$ 225 milhões ao longo dos anos, somando parcerias e prêmios de competições. Serena também é uma investidora arrojada, que destinou parte de seus recursos financeiros a mais de 50 startups nos últimos seis anos.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 atletas mais bem pagos da última década segundo dados da Forbes de 2011 até 2020:

  • 10. Lewis Hamilton

    Valor recebido: US$ 425 milhões

    Depois de vencer mais um campeonato da Fórmula 1 em 2019, o britânico Lewis Hamilton assinou novo contrato de dois anos com a Mercedes, no valor de US$ 40 milhões. O piloto é apenas o segundo em toda a história do esporte a conquistar seis títulos mundiais – o primeiro é o alemão Michael Schumacher.

    Hamilton também tem sido muito ativo em suas redes e mídias pela luta racial, seu estilo e personalidade fazem dele um piloto único no mundo. Patrocínios com os da Vodafone e Tommy Hilfiger ajudam a completar os ganhos do único corredor na lista.

    /Getty Images
  • 9. Neymar

    Valor recebido: US$ 452,5 milhões

    O brasileiro Neymar ficou em 9º lugar na lista, mas esse cenário deve mudar nos próximos anos. O jogador está entrando no quarto ano de seu contrato de US$ 350 milhões com o Paris Saint-Germain e ainda assinou, em setembro, um acordo para ser a cara da marca de roupas esportivas Puma – o mais lucrativo do tipo até agora. Segundo o jornal “Marca”, serão € 20 milhões por ano ao longo de 15 anos. O jornal espanhol reportou, ainda, que Neymar terá direito a royalties, o que pode aumentar essa soma consideravelmente.

    Nos últimos três anos da lista dos atletas mais bem remunerados da Forbes, o jogador brasileiro aparece, entre salários e patrocínios, com US$ 290,5 milhões ao todo, atrás apenas de Lionel Messi (US$ 342 milhões) e Cristiano Ronaldo (US$ 322 milhões). Neymar, que é o segundo atleta do mundo com mais seguidores nas mídias sociais (perdendo apenas para o português Cristiano Ronaldo), está entrando em seu auge e ainda deve conquistar muitos títulos e contratos milionários.

    Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
  • 8. Phil Mickelson

    Valor recebido: US$ 474,8 milhões

    Philip Alfred Mickelson conquistou cinco majors e 44 torneios da PGA (Professional Golfers Association) em sua carreira, ficando atrás apenas de Tiger Woods. Essas conquistas lhe renderam US$ 91 milhões em premiações, mas grande parte de seu patrimônio financeiro foi construído graças a parcerias e patrocínios.

    Recentemente, Mickelson firmou acordos com a Amstel Light e a marca de bonés Melin. Apelidado de “lefty”, por jogar com o braço esquerdo, o atleta é um dos garotos-propaganda mais conhecidos nos Estados Unidos, profissão que já rendeu mais de US$ 750 milhões durante toda sua carreira.

    Rob Carr/Getty Images
  • 7. Kevin Durant

    Valor recebido: US$ 483,4 milhões

    A NBA sentiu a falta de Kevin Durant na última temporada. O jogador rompeu o tendão de aquiles nos playoffs de 2018-2019 e passou o ano em recuperação, mas isso não o impediu de assinar um contrato de quatro anos, no valor de US$ 164 milhões, com o Brooklyn Nets, mostrando a confiança que o time tem no retorno de um dos melhores cestinhas que a liga já viu.

    O atleta possui em seu currículo duas medalhas olímpicas de ouro, dois títulos da NBA, um prêmio de melhor jogador da liga e dois prêmios de melhor jogador das finais. Ele espera repetir o sucesso que teve em Oklahoma e Golden State para um dos públicos mais difíceis dos EUA – o de Nova York.

    Durant possui diversos acordos de patrocínio e também investe em startups. Essa diversificação de investimentos deve garantir um futuro confortável ao atleta, mesmo que ele nunca se recupere de sua grave lesão.

    Harry How/Getty Images
  • 6. Tiger Woods

    Valor recebido: US$ 572,3 milhões

    Considerado o melhor golfista de todos os tempos, Eldrick Tont “Tiger” Woods já conquistou 15 majors de golf e 82 torneios da PGA, ultrapassando todos os golfistas ativos. Mesmo com um incidente em 2017 que resultou em sua prisão por dirigir embriagado e escândalos de traições, o jogador não parece ter perdido prestígio entre as marcas.

    Desde que se tornou profissional, Woods já arrecadou US$ 1,5 bilhão em patrocínios e presença em eventos. Dentre as marcas que investem no atleta estão Nike, Rolex, TaylorMade, Bridgestone e Monster Energy.

    Andrew Redington/Getty Images
  • 5. Roger Federer

    Valor recebido: US$ 703,3 milhões

    Primeiro colocado na lista de atletas mais bem pagos de 2020, Roger Federer prova que idade não é impedimento para se manter no topo de competições e arrecadar altas somas em patrocínios e acordos.

    O portfólio de patrocínios do suíço de 39 anos inclui um contrato de 10 anos com a marca de roupas japonesa Uniqlo, que vai lhe render US$ 300 milhões. Federer chegou a 31 finais de Grand Slams e conquistou 20 títulos dos campeonatos mais concorridos do cenário do tênis mundial. Ao todo, o tenista já recebeu mais de US$ 130 milhões em premiações.

    Matthew Stockman/Getty Images
  • 4. LeBron James

    Valor recebido: US$ 725,4 milhões

    É difícil afirmar em qual dos mundos LeBron James transita melhor. Do lado profissional, o atleta de 35 anos vem de uma temporada de campeão da NBA com direito a prêmio de MVP das finais. Seu contrato com o Los Angeles Lakers vale US$ 153 milhões por quatro anos de serviço de um dos melhores jogadores que a liga já viu.

    Por outro lado, o portfólio de patrocínios e investimentos de LeBron é de impressionar. O jogador tem sua própria empresa de produções, a SpringHill Entertainment, e de mídia, a Uninterrupted. Ele também investe na rede de franquias Blaze Pizza, além de contar com patrocínios da Nike, com a qual já lançou dezenas de tênis com seu nome.

    Harry How/Getty Images
  • 3. Lionel Messi

    Valor recebido: US$ 827 milhões

    Mesmo infeliz no clube atual, o Barcelona, o argentino Lionel Messi não deixa de possuir um dos contratos mais caros do futebol atual, com salários que ultrapassam US$ 80 milhões por ano.

    Messi conta, ainda, com uma parceria longa com a fornecedora de artigos esportivos Adidas, um dos melhores contratos do mundo dos esportes, que gera US$ 10,5 milhões por ano ao atleta eleito seis vezes o melhor do mundo pela FIFA.

    Dan Istitene/Getty Images
  • 2. Floyd Mayweather

    Valor recebido: US$ 850 milhões

    Os confrontos contra Manny Pacquiao (2015) e Conor McGregor (2017) contribuíram com mais de US$ 500 milhões para a fortuna de Floyd Mayweather, que passou a administrar as próprias lutas e, também, a embolsar a maior parte da renda proveniente delas.

    Agora aposentado, Mayweather é um dos poucos lutadores de boxe que podem se gabar de nunca ter perdido uma luta na carreira.

    Harry How/Getty Images
  • 1. Cristiano Ronaldo

    Valor recebido: US$ 869,2 milhões

    O atleta é o mais popular desta lista nas redes sociais, tem cinco títulos da Liga dos Campeões da UEFA e ganhou cinco vezes o prêmio de melhor jogador do mundo. Estas são algumas das razões que fazem com que o português de 35 anos seja um fenômeno em ganhar dinheiro.

    Seu contrato de quatro anos com a Juventus da Itália rende ao jogador US$ 64 milhões anuais, além de acordos de patrocínio com a Nike, Electronic Arts e MTG, para citar alguns. Ronaldo ainda possui parceria com o Grupo Pestana, que construiu alguns hotéis com seu nome.

    Thananuwat Srirasant /Getty Images

10. Lewis Hamilton

Valor recebido: US$ 425 milhões

Depois de vencer mais um campeonato da Fórmula 1 em 2019, o britânico Lewis Hamilton assinou novo contrato de dois anos com a Mercedes, no valor de US$ 40 milhões. O piloto é apenas o segundo em toda a história do esporte a conquistar seis títulos mundiais – o primeiro é o alemão Michael Schumacher.

Hamilton também tem sido muito ativo em suas redes e mídias pela luta racial, seu estilo e personalidade fazem dele um piloto único no mundo. Patrocínios com os da Vodafone e Tommy Hilfiger ajudam a completar os ganhos do único corredor na lista.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]om.br).