XP estuda fusão com nova companhia fruto de cisão de fatia do Itaú na plataforma

Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

As ações remanescentes de emissão da XP detidas pelo Itaú Unibanco, correspondentes a 5% do capital social da XP, poderão ser vendidas

A XP Inc comunicou hoje (27) iniciou estudos sobre as possíveis estruturas corporativas após o Itaú Unibanco anunciar cisão de seu investimento na plataforma de investimentos, que será segregado em uma empresa recém-formada. Os estudos incluem uma possível fusão da nova companhia com a XP.

“A XP conduzirá estudos adicionais para finalizar, estruturar e garantir que atenda aos melhores interesses da XP e de seus acionistas”, afirmou a companhia em comunicado.

LEIA MAIS: Conselho do Itaú Unibanco aprova cisão de participação na XP

Na véspera, o conselho de administração do Itaú Unibanco aprovou a segregação de participação de 41,05% do conglomerado na XP Inc em uma nova sociedade.

As ações remanescentes de emissão da XP detidas pelo Itaú Unibanco, correspondentes a 5% do capital social da XP, poderão ser vendidas, a depender das condições de mercado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).