5 características essenciais para um investidor decidir alavancar uma startup

Getty Images/scyther5
Getty Images/scyther5

Investidores investem em profissionais de alto desempenho que articulam claramente a missão da empresa e geram resultados

Investidores investem em pessoas em quem confiam, não em empresas. Eles procuram bons fundadores que podem ser ótimos desde o início da parceria. Profissionais de alto desempenho que articulam claramente a missão da empresa e geram resultados, por exemplo. Os investidores que conheço sempre dizem a mesma coisa sobre qual o destaque dessas personalidades: serem voltados para a missão. Por quê? Porque são esses que produzem os maiores resultados.

Mas como você identifica um fundador como “voltado para a missão”?

LEIA MAIS: 20 dicas que vão ajudar empreendedores a sobreviver à pandemia

Com base em pesquisa e experiência, é possível dizer que investidores buscam cinco características principais.

Veja quais são na galeria de imagens a seguir:

  • 1. Empatia na adversidade

    Investidores buscam pessoas que cumpriram uma missão na carreira, seja por meio de outras startups, desmembramentos de empresas maiores ou mesmo experiência militar. Eles procuram qualquer adversidade na vida de um fundador, o que pode ter resultado em um trabalho com mais afinco ou inteligência do que os outros. Buscam os benefícios dessa adversidade e esperam ver empatia no processo, uma certa humildade na trajetória do profissional. Pura força de vontade, inteligência, esforço ou sorte não vão fazer vencer. Mas liderar os outros e a si mesmo enquanto segue em frente pode acelerar o aprendizado do líder desde muito cedo.

    Getty Images/Yuri Arcurs
  • 2. Ser “coachable”

    Fundadores de startups, por si só, já estão caminhando em uma direção que outros não iriam. Eles decidiram construir uma empresa, resolver um problema e assumir o máximo risco pessoal ou profissional para alcançar um objetivo. Eles deixaram o feedback conhecido ou os loops de gerenciamento de sua última função em uma empresa maior. Muitas vezes são teimosos por conta do foco apaixonado em executar sua visão. Esses fundadores têm investidores, companheiros de equipe e talvez até um conselho, mas carecem de feedback tradicional em comparação com os grandes líderes de sucesso. Mesmo assim, seu desejo de aprender, melhorar como líder e servir à sua equipe não acaba porque eles estão voltados para a missão de resolver problemas. Eles são capazes de colocar seu ego de lado e aprender com um coach, seja ele um conselheiro ou mentor. A razão é que a missão em que estão é maior do que a auto-realização.

    Getty Images/warodom changyencham
  • 3. Ter expertise

    Eles têm expertise no problema ou mercado que estão tentando atuar. Esses fundadores sentiram a dor do problema em primeira mão, o que provocou o apelo à ação. Eles acreditam em seus corações e suas mentes que o problema deve ser resolvido. “Se não eu, quem?”. Eles estão dispostos a arriscar tudo porque entendem o impacto que a solução pode ter em sua rede, em seus clientes ou no problema em questão.

    Embora alguns investidores não olhem ativamente para empreendedores com propósitos específicos como uma tese, eles tendem a abraçá-los quando os encontram. Lembro-me de uma reunião na Sequoia Capital, no Vale do Silício. Estávamos entrando quando dois dos fundadores do PayPal estavam saindo, Elon Musk e Peter Thiel, e o sócio sênior da Sequoia dizendo: “Qualquer coisa que vocês queiram fazer, nós os financiaremos”. Os investidores investem em fundadores em quem confiam.

    Getty Images/Morsa Images
  • 4. Ter coragem e motivação

    Na minha opinião, a maior vantagem que os fundadores voltados para a missão têm é a motivação extra para permanecer no jogo, uma vontade de encontrar uma maneira de fazer as coisas funcionarem e uma capacidade de não desistir. Isso acrescenta à determinação, coragem e prática na adversidade. Construir uma empresa é uma longa jornada, e há muitas situações adversas ao longo do caminho. Ter uma missão ou propósito fornece o combustível ideal para continuar tentando até que uma saída seja encontrada. Como a maioria das startups fracassa, qualquer coisa que melhore as chances de sucesso dá uma vantagem tremenda. Os fundadores que trabalham em áreas pelas quais são apaixonados e às quais se sentem conectados por um propósito têm maior probabilidade de sucesso.

    Getty Images/Ezra Bailey
  • 5. Lembrar que “por que” é mais importante do que “o quê”

    Investidores inteligentes investem principalmente em pessoas, por isso é importante entender e aprender por que o empreendedor está fazendo o que está fazendo. Portanto, há mais foco no motivo pelo qual você está construindo a empresa. Não tanto no que você está construindo. Isso ajuda o investidor a entender o que impulsiona o fundador da startup, sua estrutura analítica e sistema de valores. Ao avaliar startups, os investidores se concentrarão nesse detalhe. Portanto, como fundador de uma startup, entenda sua missão e como ela se correlaciona com o tipo de investidor que você realmente deseja.

    Getty Images/Luis Alvarez

1. Empatia na adversidade

Investidores buscam pessoas que cumpriram uma missão na carreira, seja por meio de outras startups, desmembramentos de empresas maiores ou mesmo experiência militar. Eles procuram qualquer adversidade na vida de um fundador, o que pode ter resultado em um trabalho com mais afinco ou inteligência do que os outros. Buscam os benefícios dessa adversidade e esperam ver empatia no processo, uma certa humildade na trajetória do profissional. Pura força de vontade, inteligência, esforço ou sorte não vão fazer vencer. Mas liderar os outros e a si mesmo enquanto segue em frente pode acelerar o aprendizado do líder desde muito cedo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).