Contratação de mulheres em cargos de liderança cresce 20%, revela consultoria

Segundo a Page Executive, especializada em recrutamento de executivos C-Level, a presença feminina já ocupa 37% dos postos de alta direção.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Getty Images/Morsa Images
Getty Images/Morsa Images

Além do cuidado das empresas com a presença feminina, a participação das mulheres em processos seletivos também aumentou

Acessibilidade


Próximo ao Dia das Mulheres, uma notícia positiva: a presença feminina teve um crescimento de 20% nos cargos de liderança. Segundo a Page Executive, uma unidade de negócios do PageGroup especializada em recrutamento e seleção de executivos C-Level, em 2020 as mulheres ocuparam 37% dos postos de alta direção.

“Quando conversamos com as empresas, é notório o aumento de pedidos para incluirmos mulheres na lista de candidatos finalistas a uma vaga. Claro que isto só é levado adiante se essas candidatas tiverem o perfil da posição aberta. No entanto, o aumento expressivo da presença de mulheres em cargos de liderança mostra que o mercado está cada vez mais engajado em deixar essa balança mais equilibrada”, conta Fernanda Amorim, diretora da Page Executive.

LEIA MAIS: Mercado bilionário: conheça 4 mulheres que lideram marcas promissoras de sexual wellness no Brasil

Além do cuidado das empresas com a presença feminina, a participação das mulheres em processos seletivos também aumentou, passando de 50% em 2019 para 70% em 2020, de acordo com o levantamento da consultoria.

Para chegar nesses dados, a companhia entrevistou cerca de 2.000 executivos – candidatos a cargos de direção, presidência e conselho – durante processos seletivos que ocorreram no ano passado. Não foi levado em consideração o tamanho das empresas ou o setor de atuação para a conclusão da pesquisa.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mesmo assim, após o fim do levantamento, a Page Executive procurou identificar quais os segmentos com maior participação feminina. Varejo, farmacêutica, cosméticos e bens de consumo foram os setores com mais presença, enquanto os setores agro, indústrias de base e bens de capital ainda não contam com expressiva atuação de mulheres em alta direção.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: