5 dicas imperdíveis para curtir São Petersburgo

Cidade possui museus exóticos e restaurantes super luxuosos

Redação
Compartilhe esta publicação:

A Copa do Mundo está gerando atenção extra para a Rússia e muitos turistas estão de malas prontas para o país. São Petersburgo é considerada a cidade mais “internacional” e mais parecida com às outras cidades europeias, por ter mais sinalizações em inglês – muitos lugares da capital Moscou, por exemplo, só possuem placas em russo, o que pode ser um empecilho para a maioria dos turistas.

Acessibilidade


LEIA MAIS: 4 lugares para aproveitar Moscou com muito luxo

A opulência característica da Rússia, herança dos czares, também se aplica a São Petersburgo, assim como a ampla gama de palácios – dos quais muitos funcionam, atualmente, como museus.

Confira 5 dicas de passeios imperdíveis para quem está prestes a desembarcar em São Petersburgo:

  • Foto: Divulgação

    Restaurante L’Europe

    Os clientes do restaurante – é o mais antigo de toda a Rússia – aproveitam as refeições ao som de música clássica. O menu é composto por clássicos da culinária local, como ampla variedade de caviar (ovas) e uma série de vodcas servidas puras e geladas.

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • Foto: Divulgação

    Restaurante Russian Empire

    O local era um antigo palácio chamado Stroganov. São cinco salões amplos com decoração extremamente luxuosa. Para completar as refeições, os pratos são de porcelana russa e os talheres folhados a ouro. Uma dica é pedir para dar uma olhada na adega do local, que contém rótulos de vinhos antigos e raros.

  • Foto: WikiComons

    Museu da Vodca

    Nada mais russo do que a bebida destilada. O Museu da Vodca é o primeiro da Rússia e do mundo a contar a história da bebida e das tradições de beber, e ainda oferece a possibilidade de fazer degustações e de almoçar em seu restaurante.

  • Foto: Divulgação

    Museu Russo

    A instituição é como uma uma linha do tempo da arte russa, desde os primórdios até a pós-revolução Bolchevique. Foi inaugurado em 1898, uma iniciativa da família real para preservar a arte local.

  • Foto: Divulgação

    Museu Fabergé

    O museu abriga uma coleção de joias de Carl Fabergé. Ao todo são 4.000 peças no acervo, muitas das quais pertenceram à família real Russa. Além das preciosidades, o local é um colírio para os olhos: o antigo Palácio Shuvalov.

Foto: Divulgação

Restaurante L’Europe

Os clientes do restaurante – é o mais antigo de toda a Rússia – aproveitam as refeições ao som de música clássica. O menu é composto por clássicos da culinária local, como ampla variedade de caviar (ovas) e uma série de vodcas servidas puras e geladas.

Compartilhe esta publicação: