Guia traz roteiro para 24 horas em Tel Aviv

Como viver o charme da cidade israelense em apenas um dia.

Décio Galina*
Compartilhe esta publicação:
Karl Good/EyeEm/Getty Images
Karl Good/EyeEm/Getty Images

Programe-se para aproveitar um dia livre na cidade de Israel

Acessibilidade


Procurada cada vez mais pelos brasileiros, Tel Aviv concentra as embaixadas estrangeiras, fica a cerca de 50 km de Jerusalém e tem ótimos lugares para passar o dia virado para o Mediterrâneo.

LEIA MAIS: Guia traz roteiro para 24 horas em Milão

Veja, na galeria de fotos a seguir, nossa sugestão de roteiro:

  • Avi Ganor/Divulgação

    1. Alma Beach e Manta Ray

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

    Nada como a brisa do Mediterrâneo no rosto, de manhã, caminhando por Alma Beach, a praia mais badalada da cidade, em direção ao sul, para Old Jaffa. Melhor ainda se começar o dia com o alto astral do café da manhã do restaurante Manta Ray. Com vista privilegiada, as mesas de fora são disputadas. O Manta Ray, diga-se, é ótima dica para o dia inteiro, com menu incrível de peixes, frutos do mar e comida vegetariana.

    @mantaraytelaviv

  • Getty Images

    2. Hora de pechinchar

    Está procurando um bom local de compras, que reúna antiquários, boutiques de designers israelenses e, de quebra, bares para petiscar? Então não pense duas vezes e parta para o Shuk Hapishpeshim, também conhecido como o Mercado de Pulgas de Jaffa. Entre prédios históricos, são mais de 100 anos de comércio baseado na velha e boa pechincha. Para um complexo de loja e restaurantes mais sofisticado siga para o Hatachana, montado em uma estação de trem de 1857.

    @hatachana.tlv

  • Getty Images

    3. Hospedagem secular

    No coração da Tel Aviv antiga, um dos melhores hotéis da cidade responde pelo nome de The Jaffa, da The Luxury Collection do grupo Marriott. Tem 120 quartos e foi construído em uma estrutura secular, nas dependências de um monastério. Os interiores seguem estilo minimalista, do designer britânico John Pawson. Não perca os restaurantes Golda’s Delicatessen (almoço) e Don Camillo (café e jantar). Até a área de eventos vale a visita: The Chapel.

    @thejaffahotel
    @doncamillotlv

  • Getty Images

    4. Obras de arte

    A história do Museu de Arte de Tel Aviv remonta aos anos de 1930, mas passou para a avenida King Saul em 1971. A coleção permanente possui obras de Picasso, Miró e Kandinsky, entre outros grandes artistas. Projetado pelo arquiteto Preston Scott Cohen, o novo prédio do museu, com cinco andares, chama-se Herta e Paul Amir, foi inaugurado em 2011 e conserva uma seção de fotografia e artes visuais, além de um arquivo de arquitetura israelense.

  • Getty Images

    5. Pernas para que te quero

    Conhecido como Tayelet, o calçadão de 6 quilômetros pela costa da cidade, que liga o Porto de Tel Aviv (ao norte) a Jaffa (ao sul), é um bom endereço para curtir o fim de tarde. Outro roteiro muito interessante para quem gosta de caminhar é bater perna pela Cidade Branca: um conjunto de 4 mil prédios (10% restaurados) de arquitetura Bauhaus, construído na década de 1930 por estudantes e professores fugidos da Alemanha nazista.

  • Amit Geron/Divulgação

    6. Chef de respeito

    Sob a batuta do respeitado chef israelense Ran Shmueli, que está à frente das inovações gastronômicas de Tel Aviv há 25 anos, o jantar no restaurante Claro não é apenas sensacional por causa do menu. Montado em uma casa de 1886, o lugar é dividido em diferentes ambientes, com atmosfera descontraída. No centro do restaurante, uma enorme cozinha aberta. É dali que saem delícias da culinária mediterrânea, valorizando produtores locais no conceito farm to table.

    @clarotlv

  • Getty Images

    7. Rooftop abre a madrugada

    Para fechar a noite em grande estilo – e abrir a madrugada de Tel Aviv, que ferve em festas sem hora para acabar –, tome nota: Speakeasy Rooftop Bar & Lounge. Localização mais privilegiada não há: boulevard Rothschild, o mais famoso da cidade. São oito coquetéis próprios e uma longa carta de cervejas, vinhos, uísques, vodcas, runs e tequilas. Para beliscar, opções que vão de sashimi a pizza.

    @speakeasy.tlv

Avi Ganor/Divulgação

1. Alma Beach e Manta Ray

Nada como a brisa do Mediterrâneo no rosto, de manhã, caminhando por Alma Beach, a praia mais badalada da cidade, em direção ao sul, para Old Jaffa. Melhor ainda se começar o dia com o alto astral do café da manhã do restaurante Manta Ray. Com vista privilegiada, as mesas de fora são disputadas. O Manta Ray, diga-se, é ótima dica para o dia inteiro, com menu incrível de peixes, frutos do mar e comida vegetariana.

@mantaraytelaviv

*AGRADECIMENTOS: Sheila Yogev

Reportagem publicada na edição 70, lançada em agosto de 2019

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: