Depois de ser feito refém, bilionário chinês é salvo pelo próprio filho

ReproduçãoForbes
ReproduçãoForbes

He Xiangjian tem um patrimônio líquido estimado em US$ 24,8 bilhões

O bilionário chinês He Xiangjian sobreviveu a um sequestro neste fim de semana, depois que criminosos carregando explosivos forçaram a entrada em sua casa na província de Guangdong.

He Xiangjian, um dos homens mais ricos da China, com um patrimônio líquido estimado em US$ 24,8 bilhões, foi resgatado no domingo (14), depois que seu filho, He Jianfeng, de 55 anos, escapou da casa da família e atravessou um rio para buscar ajuda, segundo notícias locais.

LEIA MAIS: Disney de Hong Kong reabrirá em 18 de junho após fechamento por coronavírus

De acordo com um comunicado divulgado no Weibo, equivalente chinês do Twitter, a polícia atendeu, no domingo à noite, uma ocorrência de invasão em um campo de golfe de 18 buracos e centro esportivo de propriedade do Midea Group, pertencente à He Xiangjian.

Embora a polícia não tenha fornecido o nome do bilionário em sua declaração, limitando-se a dizer apenas que a vítima estava em segurança, o Midea Group confirmou o incidente no Weibo e agradeceu à “mídia e a todos os setores da sociedade pela preocupação”.

Quem é Xiangjian?

O empresário He Xiangjian é o fundador do gigante Midea Group, criado em 1968.

Hoje, o Midea Group tem ações na bolsa de valores de Shenzhen e conta com mais de 200 negócios, incluindo a empresa de robótica alemã Kuka. Xiangjian deixou as operações em 2012 e, atualmente, seu filho He Jianfeng é o diretor tanto do conglomerado quanto do Midea Real Estate Holding.

Em janeiro, o Midea Group doou produtos como condicionadores de ar, aquecedores de água, lavadoras e secadoras a hospitais de Wuhan que combatiam o coronavírus.

Atualmente, ele é o 7o homem mais rico da China, segundo o ranking em tempo real da Forbes.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).