A história do uísque irlandês de 80 anos que vai a leilão nesta semana

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Estima-se que o lote de uísque a ser leiloado em breve foi engarrafado em algum momento do início dos anos 1930

Nesta semana, uma garrafa incrivelmente rara do uísque irlandês George Roe será vendida durante um leilão online. A expectativa é que bata os US$ 14 mil no momento em que o martelo cair. Mas o que o faz valer essa soma imponente? Bem, essa destilaria em particular, que foi fechada em 1923, está repleta de tradições. E quase 100 anos após os últimos líquidos saírem de suas prateleiras, ainda restam algumas garrafas fechadas no mundo.

Muitos apreciadores modernos da bebida agora estão familiarizados com esse nome específico depois que a Diageo lançou a Roe & Co, seu uísque irlandês, em 2017. Então, no ano passado, uma elegante nova propriedade com sala de degustação abriu do outro lado da rua do Guinness Storehouse, no histórico bairro Liberties, em Dublin. Está a poucos passos de onde o líquido original foi fabricado, dentro da destilaria desmontada da Thomas Street.

LEIA MAIS: Os 11 uísques mais subestimados do mundo

Este bairro em particular viu a construção de várias instalações de uísque na última década. No entanto, permanece uma sombra distante do que foi ao longo dos séculos 18 e 19. Durante esse período, essa parte da cidade oferecia mais uísque do que qualquer outro lugar da Irlanda. De fato, com seus oito alambiques de grandes dimensões, a Thomas Street Distillery era a maior do mundo. No final de 1800, sua produção era mais que o dobro da de seu rival –uma pequena destilaria em Bow Street com o nome de John Jameson.

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Alambiques personalizados na nova destilaria Roe and Co em Dublin, Irlanda

Infelizmente, na década de 1920, uma série de contratempos conspirou contra o sucesso aparentemente ilimitado da categoria. Primeiro, foi a proliferação de blended scotch –mais barato e mais fácil de produzir do que a variante em que os irlandeses teimosamente insistiam. Depois, houve a perda de seu maior mercado de exportação durante a época da Lei Seca nos EUA. Um golpe final na indústria chegou na forma da guerra comercial anglo-irlandesa, resultado direto da saída da Irlanda do Reino Unido em 1921. Dois anos depois, o outrora onipresente George Roe não existia mais.

Mas o líquido de sua última destilação, em 1923, acabou em barris, para envelhecer pelos 16 anos completos exigidos pelo rótulo. Estima-se que o lote de uísque a ser leiloado em breve foi engarrafado em algum momento do início dos anos 1930. No entanto, essa declaração de idade de 16 anos permanece precisa. Lembre-se: o uísque para de envelhecer quando sai do barril e entra na garrafa.

A lenda também é preservada da mesma forma. Afinal, isso não é apenas uma garrafa, é também um portal para uma época passada; história que se mantém verdadeira quase 100 anos após o fechamento da Thomas Street Distillery. E essa memória será em breve administrada pelo maior lance no leilão online da Victor Mee.

Se você não tem mais de US$ 14 mil para gastar em 750 ml de uísque, pode sempre experimentar a reencarnação moderna da Roe & Co. Ao contrário de seu antecessor, este é um uísque blended, sem declaração de idade. Também é um pouco mais barato, geralmente vendido a US$ 40 (nos EUA). Então, sim, ele realmente se assemelha ao original apenas no nome. Mas, como você acabou de aprender, há muito o que saborear nesse nome.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).