Como reduzir o estresse com o mindfulness

Prática pode ensinar a agir com mais tranquilidade em momentos de pressão.

Redação
Compartilhe esta publicação:

O mindfulness, tipo de meditação conhecido informalmente como o sentimento de “estar aqui e agora”, está em alta entre empresários e pessoas de negócios. É comum ouvir falar que a prática ajuda a reduzir o estresse.

Acessibilidade


LEIA MAIS: 4 maneiras de viver o presente por meio do mindfulness

Evidências científicas de centenas de universidades – incluindo centros dedicados ao estudo da prática na University of Massachusetts Medical School, nos Estados Unidos, e na Universidade de Oxford, no Reino Unido – sugerem fortemente que o mindfulness não apenas reduz o estresse, mas também ajuda na construção de uma força interior capaz de fazer com que futuros fatores de exaustão tenham menos impacto na felicidade e no bem-estar físico.

Veja, na galeria de fotos, 9 benefícios do mindfulness que ajudam na redução do estresse:

  • iStock

    Mais consciência em relação aos pensamentos

    Com o mindfulness, é possível distanciar-se de seus pensamentos e não interpretá-los de maneira tão literal. Assim, a reação de estresse não chega sequer a ser iniciada.

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • iStock

    Não reagir imediatamente a uma situação

    Em vez disso, você tem um momento para parar e usar sua inteligência para descobrir a melhor solução. O mindfulness ajuda a fazer isso por meio de exercícios.

  • iStock

    Estado de “ser”

    O mindfulness transporta seu praticante para o estado de “ser” da mente, que é associado a relaxamento. O modo de “agir” é associado a ação e reação de estresse.

  • iStock

    Conhecer as necessidades do corpo

    Você se torna mais consciente e sensível às necessidades de seu corpo. Assim, pode notar dores antes que elas fiquem sérias e, então, tomar as atitudes apropriadas.

  • iStock

    Conhecer as emoções dos outros

    À medida em que sua inteligência emocional cresce, você passa a conhecer melhor as emoções dos outros e tende a evitar situações de conflito.

  • iStock

    Ter mais cuidado e compaixão com si mesmo e com os outros

    O nível de cuidado e compaixão com si mesmo e com os outros cresce, o que o acalma e inibe reações de estresse.

  • iStock

    Redução da atividade na parte cerebral chamada amígdala

    A amígdala é o ponto central para ativar as reações de estresse. Com a diminuição da atividade nesta parte do cérebro, o que acontece, na prática, é a redução também do estresse.

  • iStock

    Maior facilidade de foco

    Você completa seu trabalho de maneira mais eficiente, então tem um senso maior de bem-estar e reduz a reação de estresse. Você tem mais facilidade em entrar no estado de “fluidez”, como nomeado na psicologia por Mihaly Csikszentmihalyi.

  • iStock

    Mudança de atitude em relação ao estresse

    Mais do que ver apenas as partes negativas de sentir-se estressado, o mindfulness oferece a possibilidade de pensar de maneira diferente sobre o estresse. Observar como o aumento na pressão ajuda a criar energia tem um efeito positivo no corpo e na mente.

iStock

Mais consciência em relação aos pensamentos

Com o mindfulness, é possível distanciar-se de seus pensamentos e não interpretá-los de maneira tão literal. Assim, a reação de estresse não chega sequer a ser iniciada.

Compartilhe esta publicação: