Bolsa amplia queda com exterior

Paulo Whitaker - REUTERS
Paulo Whitaker - REUTERS

Os investidores acompanham um volume grande de resultados de empresas listadas na bolsa

O Ibovespa ampliou perdas na tarde de hoje (20), acompanhando um mau humor nas bolsas estrangeiras, em especial, dos índices nas bolsas norte-americanas. O clima de cautela começou nos negócios dos mercados asiáticos, estendendo-se à Europa e, agora, às Américas.

Às 15h15, horário de Brasília, o Ibovespa caía 1,52% aos 114.750 pontos.

LEIA TAMBÉM: Ibovespa cai com cautela internacional pelo coronavírus

As ações da Embraer disparam alta no pregão de hoje após a aprovação definitiva da fusão com a Boeing, ontem, pelo CADE, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, depois do órgão ter revisado o caso a pedido do Ministério Público Federal. EMBR3 subia 4,78% a R$ 19,95.

Ainda nos destaques de alta, Ambev (ABEV3) com ganhos de 1,05% a R$ 16,30, Suzano (SUZB3) com avanço de 0,87% a R$ 40,52, Via Varejo (VVAR3) que subia 0,69% a R$ 16,01 e Smiles (SMLS3) com mais 0,37% a R$ 37,75.

Alguns resultados corporativos, a exemplo de Vale e Via Varejo, serão divulgados hoje após o encerramento dos negócios na bolsa.

As ações da mineradora Vale (VALE3) caem 0,47% a R$ 52,56.

Mais cedo, o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, divulgou a prévia da inflação oficial, o IPCA-15, que veio abaixo do esperado pelo mercado, com uma variação mensal de 0,22% no menor nível para um mês de fevereiro desde 1994. O resultado aumentou as apostas de outro possível corte na taxa Selic ainda este ano.

A taxa básica de juros foi cortada em 0,25 ponto percentual para 4,25% ao ano após a primeira reunião do ano do Copom, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, nos dias 4 e 5 de fevereiro.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).