“Não temos vergonha dos carboidratos e das calorias”, diz Carlos Eduardo Martins, CEO da Domino’s Brasil

Divulgação
O CEO da Domino’s Brasil, Carlos Eduardo Martins, quer chegar a 650 lojas até 2023

Em um momento em que orgânicos e comida saudável estão em alta, a rede fast food de pizzarias norte-americana Domino’s comemora sua expansão no Brasil sem medo da indulgência, com a abertura da 300ª loja, em São Paulo, na próxima semana. “No mercado brasileiro, a pessoa que come a nossa pizza sabe o que está consumindo, e é uma satisfação e um prazer que ela se dá de tempos em tempos. Já foi uma preocupação maior ter uma oferta que abordasse a questão da saudabilidade, mas vimos que nossos consumidores não estão preocupados com isso. Não temos vergonha de carboidratos e calorias”, afirma Carlos Eduardo Martins, CEO da Domino’s Brasil, em entrevista exclusiva à coluna.

Na busca para deleitar ainda mais os clientes que buscam esse “prazer proibido” –uma fatia de pizza de pepperoni tem cerca de 300 calorias de acordo com uma tabela montada pelo Idec (Instituto de Defesa do Consumidor)–, a marca lança um novo sabor. A nova aposta é uma pizza de pão de alho, que a princípio será vendida apenas na loja 300, no bairro do Campo Belo. “Quisemos tentar fazer uma conexão maior com o brasileiro, que tem uma ligação forte com o churrasco. E parece que você está comendo um pão de alho no churrasco”, conta Martins sobre o produto que foi testado internamente e com consumidores.

LEIA MAIS: Exclusivo: Raízs capta R$ 10 milhões em busca de expansão no fornecimento de orgânicos

A empresa costuma celebrar a cada cem lojas abertas e a julgar pelo planejamento da empresa, pode-se esperar mais festas nos próximos três anos. A Domino’s, que chegou ao país em 1993 no Rio de Janeiro e apenas 20 anos depois começou uma expansão consistente, quer chegar a 650 estabelecimentos até 2023. “Buscamos crescimento baseado em lojas próprias. No ano passado, conseguimos abrir mais próprias do que franquia”, diz Martins. Atualmente, a Vinci Partners, que administra a rede no Brasil desde 2018 tem 78 pontos de venda.

Divulgação
A pizza de pão de alho, que celebra a loja 300 da Domino’s

Para acelerar o crescimento, a marca investe em tecnologia buscando expandir sua fatia de vendas por delivery via plataforma online e aplicativo próprio. “Nos EUA, 70% das vendas é online. Aqui, esse número está um pouco acima de 30%”, pontua o executivo. Segundo ele, o índice já melhorou, no entanto. Era de 15% no começo da gestão da Vinci. “O mercado de delivery cresce a taxas altas, mais do que loja e drive-thru. Aumentando essa participação, cresceremos mais rápido e prestaremos um serviço melhor. Além disso, há impacto nas lojas, com menos pessoas para atender telefone.”

Entre as modificações que a Domino’s implementou estão a plataforma de e-commerce norte-americana, além de melhorias de usabilidade no app e no site, o que aumentou a conversão de vendas de três entre dez para seis clientes. A marca lança ainda no final de março uma plataforma de pedidos via whatsapp, algo que segundo o CEO não há em nenhum outro país em que a Domino’s atua. “A Domino’s é um case de transformação digital”, comemora.

Menu afinado
A chef Giovanna Grossi, principal nome do Bocuse d’Or no Brasil e Forbes Under 30 2018, ajustou o menu do seu nimus, aberto em janeiro na Vila Madalena, em São Paulo. O cardápio ganhou novidades entre as inventivas e bem executavas porções para compartilhar (marca da casa), como o Peixe do dia com cuscuz de uarini, cenoura e tucupi e o Polvo com laranja e creme de batata-doce. Nas sobremesas, destaque para o Creme de cítricos com camomila e mel.

Melhores gins
O brasileiro BEG Gin entrou para a lista dos melhores gins do mundo. O New World Navy, um dos três rótulos da destilaria, havia ganhado a premiação de melhor gin da categoria brazilian classic do World Gin Awards 2020. Agora, o WGA elaborou um ranking subsequente, que une os premiados de todo o mundo. O brasileiro ficou entre os seis.

Adega exclusiva
O The Dorchester, em Londres, acaba de abrir o Wine Vault. A adega oculta recebe até 12 pessoas para degustações exclusivas e é liderada pelo chef de vinhos do hotel, o master sommelier Christopher Delalonde. Quase mil garrafas compõem a coleção cuidadosamente selecionada de rótulos.

Chocolate
Acontece de 12 a 15 de março no Ibirapuera a segunda edição da feira Chocolat São Paulo – Festival Internacional do Chocolate e Cacau. O evento tem programação extensa de workshops com nomes como o francês Patrice Chapon, que já fez sorvetes para o palácio de Buckingham e hoje tem cinco lojas de chocolates na França, e os nacionais Bel Coelho, Diego Lozano e Renata Arassiro.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).