STJ libera Joesley Batista a ocupar cargos executivos no grupo J&F

Empresário estava afastado de suas funções na empresa desde 2017

Redação
Compartilhe esta publicação:
ReutersAdriano-Machado
ReutersAdriano-Machado

O advogado Pierpaolo Bottini, que representa Batista, disse que a decisão tem efeito imediato.

Acessibilidade


A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu hoje (26), por unanimidade, liberar os irmãos Joesley e Wesley Batista a ocuparem funções executivas nas empresas do grupo J&F, controlador da JBS.

O colegiado acompanhou o voto do relator Rogério Schietti, segundo o qual não se justificava manter a proibição – que vigorava desde 2017 – da participação dele diretamente ou, por interposta pessoa, de ocupar cargos no conglomerado empresarial.

LEIA MAIS: Vale entra em negociação exclusiva com australiana NCZ para venda de Nova Caledônia

O advogado Pierpaolo Bottini, que representa os Batista, disse que a decisão tem efeito imediato.

“Corrigiu-se uma injustiça que perdurou por dois anos e meio. O tribunal reconheceu a ilegalidade da situação, evitando a continuidade de uma cautelar desarrazoada”, disse o advogado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O relator do STJ disse que a decisão de liberar Joesley e Wesley se embasou em três fatos principais: o cumprimento de regras de compliance, a colaboração com a Justiça e o acordo de leniência no valor de R$ 10,3 bilhões da J&F. O magistrado disse que cumprir esse valor não é fácil e exige um “empenho máximo” das empresas para produzir esse capital.

Em março, Rogério Schietti já havia autorizado ambos os empresários a participarem de reuniões da diretoria e dos demais órgãos administrativos das empresas do grupo J&F, mas sem direito a voto. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: