Elon Musk e os outros bilionários perdem fortunas com a queda das ações de tecnologia

Os fundadores da Tesla, Oracle e Airbnb perderam bilhões de dólares em meio à volatilidade que atingiu duramente o valor de mercado de suas companhias.

Sergei Klebnikov
Compartilhe esta publicação:
Win McNamee/Getty Images
Win McNamee/Getty Images

Musk acredita que problema global de fornecimento de chips deve ser resolvido em “curto prazo”

Acessibilidade


Após vários dias de queda, os índices do mercado acionário terminaram a semana ligeiramente em alta, compensando algumas das perdas generalizadas deste mês. Mas os problemas parecem estar longe de terminar. Muitos CEOs e fundadores de empresas de tecnologia ficaram entre os bilionários cujas fortunas mais caíram na última semana, desde o fechamento do mercado na sexta-feira (21), segundo cálculos da Forbes.

Liderando as quedas pela segunda semana consecutiva está o executivo-chefe da Tesla, Elon Musk, cuja fortuna foi reduzida em US$ 22 bilhões após as ações de sua fabricante de veículos elétricos passarem por mais uma semana difícil, recuando mais de 10%.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Embora a Tesla tenha registrado lucros recordes no resultado do quarto trimestre de 2021, divulgado na última quarta-feira (26), os investidores se concentraram no alerta da empresa de que problemas na cadeia de suprimentos podem prejudicar o crescimento neste ano.

Musk também foi ao Twitter na quinta-feira para insultar o presidente Joe Biden, aparentemente em resposta ao ser esnobado em um fórum da Casa Branca para fabricantes de veículos elétricos. Ainda a pessoa mais rica do mundo, Musk agora tem um patrimônio líquido de US$ 222 bilhões, segundo estimativas da Forbes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Enquanto isso, o cofundador da Oracle, Larry Ellison, caiu do quinto para o oitavo mais rico do mundo ao longo da semana, com as ações de sua gigante do software baixando mais de 2%. Ellison, que detém cerca de 35% da companhia (e prometeu milhões de suas ações como garantia para empréstimos), viu sua fortuna cair US$ 3,4 bilhões, para US$ 109,2 bilhões no total, segundo cálculos da Forbes. As ações da Oracle estão em trajetória descendente desde o mês passado, quando a empresa confirmou que planejava adquirir a companhia de registros médicos Cerner por quase US$ 30 bilhões.

Outros bilionários notáveis ​​cujos patrimônios líquidos caíram nesta semana incluem o CEO do Airbnb, Brian Chesky, e o cofundador da Roblox, David Baszucki. A fortuna de Chesky, que co-fundou a empresa de aluguel de casas em 2008, caiu US$ 1,1 bilhão, indo para US$ 11,3 bilhões, enquanto as ações do Airbnb caíram 9% esta semana. Enquanto isso, as ações da empresa de jogos Roblox caíram quase 16% na última semana, cortando cerca de US$ 700 milhões do patrimônio líquido de Baszucki, que agora é de US$ 3,9 bilhões, estima a Forbes.

A temporada de resultados do quarto trimestre até agora não conseguiu impulsionar as ações, já que algumas grandes empresas apresentaram resultados medíocres. Combinado com os temores dos investidores sobre o aperto da política monetária do Federal Reserve e os próximos aumentos das taxas de juros, o mercado de ações está agora no ritmo de seu pior mês desde março de 2020.

À medida que os rendimentos dos títulos do governo aumentam, os investidores continuam a sair dos investimentos mais arriscados e das ações de tecnologia, muitas das quais estão entre as mais atingidas na venda mais ampla do mercado. O Nasdaq Composite, pesado em tecnologia, que está em território de correção depois de cair quase 15% desde o início de 2022, está a caminho de seu pior janeiro de todos os tempos – e seu pior mês geral desde a crise financeira em outubro de 2008.

O patrimônio líquido do CEO da Coinbase, Brian Armstrong, caiu cerca de US$ 600 milhões para US$ 7,3 bilhões, com as ações de sua bolsa de criptomoedas caindo 7,5%. O cofundador do Spotify, Daniel Ek, também perdeu cerca de US$ 400 milhões – colocando seu patrimônio líquido em US$ 2,9 bilhões – já que as ações de sua plataforma de streaming de música caíram quase 12% desde a última sexta-feira (21).

As fortunas dos cofundadores da Snapchat, Bobby Murphy e Evan Spiegel, caíram em US$ 350 milhões e US$ 250 milhões, respectivamente. Eles agora valem US$ 6,4 bilhões e US$ 6,2 bilhões, depois que as ações da Snap caíram mais de 5% nesta semana.

Veja como algumas das pessoas mais ricas do mundo se saíram esta semana:

A mudança no patrimônio líquido é do fechamento dos mercados de sexta-feira, 21 de janeiro, a sexta-feira, 28 de janeiro.

Elon Musk

  • Patrimônio líquido: US$ 222 bilhões – redução de US$ 22 bilhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Tesla

Larry Ellison

  • Patrimônio líquido: US$ 109,2 bilhões – redução de US$ 3,4 bilhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Software

Brian Chesky

  • Patrimônio líquido: US$ 11,3 bilhões – redução de US$ 1,1 bilhão
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Airbnb

David Baszucki

  • Patrimônio líquido: US$ 3,9 bilhões – redução de US$ 700 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Jogos online

Brian Armstrong

  • Patrimônio líquido: US$ 7,3 bilhões – redução de US$ 600 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Criptomoedas

Mark Zuckerberg

  • Patrimônio líquido: US$ 107 bilhões – redução de US$ 500 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Facebook

Jack Dorsey

  • Patrimônio líquido: US$ 6,6 bilhões – redução de US$ 400 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Twitter, Square

Daniel EK

  • Patrimônio líquido: US$ 2,9 bilhões – redução de US$ 400 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Spotify

Bobby Murphy

  • Patrimônio líquido: US$ 6,4 bilhões – redução de US$ 350 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Snapchat

Evan Spiegel

  • Patrimônio líquido: US$ 6,2 bilhões – redução de US$ 250 milhões
  • País: Estados Unidos
  • Fonte de riqueza: Snapchat
Compartilhe esta publicação: