Desativação na Rússia fará Facebook perder cerca de R$ 18,2 milhões por dia

Redes sociais estão em um impasse com a Rússia em meio à invasão da Ucrânia.

Abram Brown
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Russia desligou acesso ao Facebook

Acessibilidade


A Rússia desativou o acesso ao Facebook, acusando a maior rede social do mundo de censurar injustamente os meios de comunicação dentro do país – e instantaneamente tirando milhões de dólares em receita da empresa-mãe do Facebook, Meta.

Quanto exatamente? O Facebook tem cerca de 66 milhões de usuários na Rússia, segundo a Statista, uma empresa de rastreamento de dados. O aplicativo ganhou US$ 19,68 (cerca de R$ 102) por usuário na Europa no ano passado, de acordo com o último relatório anual da empresa. Ou seja, perderá cerca de US$ 3,6 milhões (cerca de R$ 18,22 milhões) por dia – ou US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 6,58 bilhões) por ano – do bloco na Rússia. Para perspectiva, isso representa um pouco mais de 1% da receita total da Meta: ela arrecadou US$ 117,9 bilhões (cerca de R$ 596,86 bilhões) em 2021.

O Facebook e outras redes de mídia social estão em um impasse com a Rússia, pois as plataformas tentaram reprimir a desinformação em meio à invasão da Ucrânia pelo país. A Rússia já estava restringindo algum acesso ao Facebook depois de a rede social ter colocado rótulos de verificação de fatos em algumas postagens de organizações de mídia afiliadas ao Estado e, por fimm banir esses meios, que incluíam Sputnik e RT.

No domingo, Nick Clegg, presidente de assuntos globais da Meta, disse que o Facebook frustrou uma campanha de desinformação liderada pela Rússia contra a Ucrânia e uma tentativa separada de hackers de atacar as contas do Facebook de ucranianos famosos.

Mais sobre a guerra na Ucrânia:

Airbnb interrompe operações na Rússia e Belarus

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Google suspende vendas de anúncios na Rússia por causa do aumento de censura

Moeda russa desaba mais de 20% na semana por causa de sanções

Compartilhe esta publicação: