Inditex, dona da Zara, fecha lojas e plataforma online na Rússia

A Inditex acompanha algumas das maiores marcas ocidentais que suspenderam suas operações na Rússia.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A varejista Inditex fechou suas 502 lojas no país e interrompeu as vendas online

Acessibilidade


A varejista de moda espanhola Inditex suspendeu as operações na Rússia, fechando suas 502 lojas e interrompendo as vendas online, informou a empresa em comunicado hoje (5). A proprietária da Zara acompanha algumas das maiores marcas ocidentais que suspenderam suas operações na Rússia, incluindo sua principal rival H&M, após a invasão da Ucrânia e a imposição de sanções econômicas.

“Nas circunstâncias atuais, a Inditex não pode garantir a continuidade das operações e condições comerciais na Rússia e suspende temporariamente sua atividade”, disse a maior empresa de moda do mundo. A Rússia responde por cerca de 8,5% do EBIT global do grupo (lucro antes de juros e impostos) e todas as lojas da Inditex operam em regime de aluguel, disse a empresa.

VEJA TAMBÉM: União Europeia planeja nova rodada de sanções à Rússia por guerra na Ucrânia

A Inditex disse que oferecerá a mais de 9.000 trabalhadores um plano especial de suporte, sem dar mais detalhes. O grupo havia dito que suas 79 lojas na Ucrânia já haviam sido temporariamente fechadas. “A combinação do rublo fraco, resultando em grandes aumentos de preços para o consumidor russo, e maiores dificuldades logísticas tornarão as operações difíceis para todos os varejistas que importam para a Rússia, mesmo que não haja sanções diretas sobre suas categorias de produtos”, disse Adam Cochrane, analista do Deutsche Bank Research.

Compartilhe esta publicação: