Elon Musk é processado por suposto esquema de pirâmide com Dogecoin

Processo alega que a Dogecoin é uma “empresa de fraude eletrônica ilegal” alimentada por promoção e manipulação de Musk no Twitter

Brian Bushard
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Os tuítes de Musk sobre a dogecoin tornaram a antes obscura moeda digital em um sonho de especuladores

Acessibilidade


Elon Musk e suas empresas SpaceX e Tesla foram processados ​​​​no tribunal federal dos EUA ontem (16) por alegações de que Musk “manipulou” diretamente o preço do Dogecoin em um deliberado “esquema de pirâmide de criptografia” realizado no Twitter.

O autor do processo, Keith Johnson, que comprou a Dogecoin em 2021, está buscando uma ação coletiva no Distrito Sul de Nova York contra Musk e suas empresas SpaceX e Tesla, por pelo menos US$ 86 bilhões (R$ 440,30 bilhões) em danos.

Leia mais: Elon Musk revela o motivo de apoiar o dogecoin ao invés de outras criptos

Johnson argumenta que Musk elevou o preço da moeda com seus tuítes, mas que ela carece de “valor subjacente” e Musk a promoveu para seu próprio “lucro, exposição e diversão”.

Johnson também está buscando ordens judiciais para proibir Musk de promover o Dogecoin e declarar o comércio da criptomoeda como uma forma de jogo, sob as leis federais e de Nova York.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O processo alega que a Dogecoin é uma “empresa de fraude eletrônica ilegal” alimentada por promoção e manipulação no Twitter. A SpaceX não respondeu a um pedido de comentário da Forbes.

O valor da moeda esteve em declínio ao longo do ano passado, caindo para US$ 0,057 ontem, de um pico de US$ 0,64 (R$ 3,28) em maio passado. A criptomoeda foi lançada em 2013 a US$ 0,0002 (R$ 0,0010) por moeda. Musk começou a promover o Dogecoin em 2019 com uma série de tuítes que incluíam “DOGE” e “Tesla merch comprável com Dogecoin”, os quais aumentaram o valor do Dogecoin.

Em fevereiro de 2021, Musk voltou atrás em seu apoio, tuitando: “Eu literalmente pagarei $ real para pessoas que anularem suas contas Dogecoin”. A SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos EUA lançou uma investigação naquele mês sobre Musk por seus tuítes relacionados à moeda. Musk então tuitou: “Doge viverá para sempre”. Musk continuou a apoiar, ou pelo menos mencionar, Dogecoin no Twitter, bem como em um episódio de maio de 2021 do “Saturday Night Live”.

O processo diz que Dogecoin é uma “fraude pela qual ‘maiores tolos’ são enganados para comprar a moeda a um preço mais alto”.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: