Liv Up anuncia expansão para o Rio de Janeiro e prevê dobrar faturamento

Foodtech de entrega de comidas saudáveis espera chegar a Brasília, Belo Horizonte, Curitiba e Campinas no próximo ano.

Gabriela Del Carmen
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Os cofundadores da Liv Up, Henrique Castellani e Victor Santos, esperam dobrar o faturamento da empresa até o final deste ano

Acessibilidade


A Liv Up, startup de comida saudável, está pronta para iniciar as operações no Rio de Janeiro, com um investimento inicial de R$ 4 milhões. A operação seguirá o modelo dos negócios da capital paulista, com pedidos online via site ou aplicativo e entregas em domicílio na Barra da Tijuca, Niterói, Freguesia, Centro, Jacarepaguá, Recreio dos Bandeirantes, Ilha do Governador, São Conrado e Zona Sul. Para sustentar a expansão, a empresa projeta um aumento de 50% na equipe local, passando dos atuais 20 colaboradores para 30 até o final de outubro. “As pessoas vivem um estilo de vida muito saudável no Rio de Janeiro, principalmente por causa da valorização do esporte”, diz Henrique Castellani, cofundador da Liv Up. 

Os dados confirmam: a cidade aparece em quinto lugar no Ranking das Capitais Brasileiras Amigas da Atividade Física, desenvolvido por pesquisadores da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro). “Desde nossa fundação, em 2016, os dados do site indicam que muitos usuários são do Rio e que há uma demanda na região”, diz Castellani. Se as expectativas se confirmarem, a Liv Up espera dobrar o faturamento do ano passado, de R$ 100 milhões para R$ 200 milhões em 2021.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

A expansão é impulsionada pelo aporte de R$ 180 milhões, anunciado em junho, liderado pelo fundo Lofoten Capital, com participação dos fundos ThornTree Capital Partners e a Kaszek Ventures. Com o caixa reforçado, a companhia pretende avançar sua estratégia de expansão nacional, chegando em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR) e Campinas (SP) no próximo ano. Ontem (21), a Liv Up anunciou uma extensão de R$ 50 milhões da rodada série D feita pela Globo Ventures, elevando o total captado para R$ 230 milhões. “Essa nova rodada deverá nos apoiar na expansão, diversificação de portfólio e novos investimentos em tecnologia e equipe”, diz Victor Santos, CEO da Liv Up.

Os próximos passos da empresa já estão esboçados. A expectativa é que a Liv Up, que já oferece refeições congeladas e um mercado online (com vegetais frescos, pães, carnes, peixes e produtos lácteos) amplie o seu delivery de pizzas e saladas para consumo imediato, incorporando novas gastronomias. “Essa é uma das frentes que mais temos retorno dos clientes. A vantagem é que pode ser incorporado em qualquer ambiente urbano, onde as pessoas têm pouco tempo e precisam de praticidade na hora de se alimentar”, diz Castellani. Para os próximos anos, ele não descarta uma expansão internacional, a ser estruturada provavelmente a partir de 2023. “É algo que queremos, mas vamos focar primeiro no Brasil, para depois pensar na expansão global.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A estratégia para expandir e manter o apelo é investir na agricultura familiar. “Comida é algo muito regional. Não adianta aplicar uma fórmula no Brasil todo, porque existem muitos gostos e especificidades”, diz Castellani. A empresa tem trabalhado com pequenos produtores para construir sua base de fornecedores, que serão incorporados às 40 famílias de agricultores que já estão com a startup em São Paulo. A parceria segue um modelo de plantio dedicado, no qual os produtores fornecem seus produtos exclusivamente para a Liv Up.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: