Santander e Carrefour ampliam contratação de pessoas com deficiência

Westend61/Getty Images
Westend61/Getty Images

Processos seletivos exclusivos vão aumentar as oportunidades para PcDs de todo o Brasil

Após a redução de mais de 20 mil postos de trabalhos para pessoas com deficiência entre janeiro e setembro de 2020, segundo dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) e do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), os PcDs (Pessoa com Deficiência) enfrentam dificuldade no mercado. Mesmo quando são capacitados e experientes, os membros desse grupo ocupam apenas 1% do total de empregos formais do Brasil, como mostram os números do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

De olho no problema e na agenda da diversidade,  algumas empresas tentam reverter a situação. Com processos seletivos exclusivos e elaboração de bancos de talentos, companhias como o Carrefour, o Banco Santander e o Instituto Ester Assumpção buscam avançar na contratação de pessoas com deficiência.  Vale lembrar também que os PcDs são amparados pela Lei 8213/91, conhecida como Lei de Cotas, que prevê a contratação de 2% a 5% de trabalhadores do grupo em organizações com 100 ou mais funcionários.

LEIA MAIS: Como incluir pessoas com deficiência no mundo corporativo

AÇÕES VISAM INSERÇÃO DOS PCDS

Atuando há 34 anos na área de inclusão de pessoas com deficiência, o Instituto Ester Assumpção lançou um site voltado exclusivamente para a busca de vagas e de contratações de PcDs. A plataforma 100% acessível conta com instruções tanto para quem busca uma oportunidade, quanto para as empresas que desejam selecionar talentos. As inscrições  podem ser feitas pelo site oficial, 

Segundo a psicóloga e coordenadora de projetos da instituição, Cíntia Santos, o site deve facilitar o elo entre profissionais e empresas, sanando uma carência atual do mercado. “O nosso desafio diário é conscientizar os gestores sobre a importância de enxergar as potencialidades do profissional com deficiência e, ao mesmo tempo, ser uma ponte entre candidatos e oportunidades de trabalho. Com a nossa nova plataforma, as vagas são facilmente divulgadas e as pessoas podem concorrer às oportunidades. Ao mesmo tempo, os responsáveis pelas contratações podem avaliar os perfis e buscarem os profissionais ideais para a demanda que precisa ser suprida”, explica.

Já o Banco Santander abrirá um processo seletivo voltado para profissionais com deficiência em início de carreira. São 43 vagas presenciais na cidade de São Paulo para a área de TI, como desenvolvedor backend.  As inscrições já estão abertas e vão até o dia 28 de junho no site da Taqe, plataforma de recrutamento digital. 

Para se candidatar, o profissional deve ter conhecimento básico em programação ou cursar algum tipo de formação em tecnologia. A seleção é 100% online e inclui testes interativos, como atividades de lógica e conhecimentos básicos. O profissional contratado passará por um treinamento online de backend e por um período prévio de capacitação. 

O grupo Carrefour, por sua vez, está realizando desde terça-feira (22) uma ação voltada especificamente para a contratação de funcionários com deficiência em todo o Brasil. A chamada “Semana D” está recebendo inscrições até amanhã (25) pelo site da 99Jobs. Um dos pré-requisitos necessários para a candidatura é o fit cultural com a companhia, que desafia os profissionais a contribuírem um mundo melhor através do seu comportamento. 

Todas as etapas do processo acontecerão online, com exceção da entrevista com o gestor, que normalmente é realizada de modo presencial para que o profissional possa conhecer a unidade e a função que irá desempenhar. Além do evento, o Carrefour planeja uma ação específica nas lojas em setembro, para celebrar o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência. 


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).