Um novo jeito de acabar com o estresse no aeroporto

Getty Images
Empresa norte-americana cria solução para deixar os passageiros mais relaxados

Da próxima vez que você se sentir estressado em um aeroporto, olhe para cima. Se tiver sorte, verá nuvens suspensas do teto ou, talvez, uma parede com flores e plantas, com direito a ouvir o canto dos pássaros.

LEIA MAIS: 10 melhores aeroportos para trabalho remoto

Se isso existir, significa que você está no Terminal 2 do Aeroporto Internacional de Oakland. Foi lá que a empresa norte-americana de consórcios Kaiser Permanente, junto ao próprio aeroporto e à locatária do terminal, a Southwest Airlines, criaram um jeito inovador de acabar com o estresse nesses lugares.

Ao incorporar elementos da natureza, os aeroportos ajudam os viajantes a se livrarem das frustrações. Outros recursos são a inclusão de ioga, galerias de artes e spas. Em conjunto, a implantação desses elementos pode definir o futuro desses imensos terminais de embarque e desembarque.

Novo antídoto para o estresse

“Todos nós sabemos que voar é estressante”, afirma o psiquiatra Don Mordecai, líder nacional de saúde mental e bem-estar na Kaiser Permanente. “Nós queríamos encontrar um jeito para diminuir essa sensação.”

No final do ano passado, a empresa de consórcios transformou um posto de controle da Administração para a Segurança dos Transportes (TSA, na sigla em inglês) em um paraíso para a tranquilidade. Destaques desse oásis incluem uma parede verde com diversas espécies de plantas, que purificam o ar e proporcionam um ambiente tranquilo.

Nuvens brancas suspensas no teto também podem ser vistas pelos passageiros. Além disso, há ainda painéis que encorajam as pessoas com mensagens como “Respire”, “Relaxe” e “Prospere”. Ao final do posto de controle, ficam “estações de água”, onde é possível encher garrafas de graça.

VEJA TAMBÉM: 5 maneiras de lutar contra o estresse e ansiedade

Kaiser Permanente
“Prospere” é uma das mensagens escritas nos painéis da Kaiser Permanente

O encerramento da estação da Kaiser Permanente estava marcado para fevereiro, mas, após tantas reações positivas, a iniciativa foi estendida para o final de 2019.

“Todos esses elementos são pensados para diminuir a frustração dos viajantes e representam um esforço para melhorar a saúde mental e o bem-estar”, explica Mordecai.

 

Outros jeitos de desestressar no aeroporto

Muitos aeroportos oferecem spas, instalações e cadeiras para massagem e zonas de descanso.

Ioga

No Aeroporto Internacional O’Hare, em Chicago (EUA), há uma sala de ioga no mezanino do Terminal 3 Rotunda, onde é possível “relaxar, refletir e recarregar as energias”. O espaço conta com um piso de bambu sustentável, uma parede espelhada e tapetes para exercício, além de uma área para colocar artigos pessoais e roupas.

E MAIS: Os 17 aeroportos mais perigosos do mundo

Galeria de arte

O Aeroporto Internacional de Tampa (EUA) tem um dos programas artísticos mais ambiciosos dos Estados Unidos, com uma galeria própria. Uma visita ao museu do aeroporto oferece um espaço silencioso para contemplar a cultura local. Uma das artistas da iniciativa,cujas obras estão presentes na galeria, é a islandesa Elva Hreiðarsdóttir.

Tratamentos de spa

Graças a empresas como a XpresSpa, que oferece massagens em diversos aeroportos espalhados pelos Estados Unidos, os passageiros podem ter um momento de relaxamento antes e depois dos voos. Hotéis próximos a aeroportos também estão oferecendo tratamentos de spa para estressados – o Grand Hyatt DFW, em Dallas (EUA), é um dos mais conhecidos.

 

Por que desestressar

Segundo Mordecai, voar já é algo estressante, e alguns incômodos ao longo da viagem podem piorar ainda mais esse quadro. Desde os vídeos de segurança até assentos menores da classe econômica, o que não falta são coisas para irritar os passageiros.

Quando os viajantes chegam ao posto de segurança, eles já estão totalmente estressados. “Você fica preocupado e seu corpo começa a ficar tenso. Sua frequência cardíaca pode estar elevada. Você pode estar liberando hormônios do estresse e respirando mais rápido do que o normal”, comenta o psiquiatra.

Ainda pior: você está cercado por pessoas que também estão estressadas e irritadas. Tudo isso somado pode levar à insatisfação das pessoas e a uma experiência de viagem desfavorável.

E AINDA: 7 dicas para evitar estresse na esteira de bagagens

A Kaiser Permanente não fez estudos científicos sobre os benefícios de sua instalação, mas, para o psiquiatra Mordecai, os resultados são evidentes. “Estar na natureza remete a um lugar que é familiar e menos estressante”, afirma.

Essas iniciativas podem representar o futuro dos aeroportos. Se terminais e companhias aéreas trabalhassem há tempos para diminuir o estresse das viagens aéreas, imagine as possibilidades. Será que o incidente de David Dao (que foi removido à força de um voo da United Express) teria acontecido? E quanto a outras brigas e discussões que aconteceram recentemente em aviões e aeroportos, provocadas pelo estresse?

É difícil saber a resposta. Mas de uma coisa todos nós sabemos: nuvens suspensas do teto são melhores do que nada. Salas de ioga e galerias de arte são melhores do que salas vazias. Se essas opções para acabar com o estresse não fizerem parte do aeroporto no futuro, talvez seja melhor pensar em viajar dirigindo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).