Thomas Baccaro, da quarta geração de artistas italianos, abre galeria em São Paulo

Assessoria Thomas Baccaro
Thomas Baccaro é curador, galerista e também trabalhou com publicidade antes de partir para fotografia artística

Resumo:

  • Thomas Baccaro é da quarta geração de uma família de artistas italianos. Restauradores, cenógrafos e artistas estão em sua árvore genealógica;
  • A artista Rita Proushan, 89 anos, terá pela primeira vez suas obras expostas em uma galeria;
  • As obras da exibição “Olhar sobre Mulher” foram feitas nos anos 1990 e apresentam diversos aspectos do corpo e da vida feminina.

Thomas Baccaro é artista, fotógrafo, curador e agora galerista. Ele abre na noite de hoje (15), com um vernissage para convidados, a galeria de arte que leva seu nome: Thomas Baccaro Art Gallery. Localizada no bairro da Vila Nova Conceição, estreia com a exibição “Olhar sobre Mulher”, da brasileira Rita Proushan, que tem seus trabalhos expostos pela primeira vez. 

AssessoriaThomasBaccaro
Com traços firmes e rápidos, Rita Proushan revela um pouco do universo do corpo feminino

Apesar da novidade, a relação de Baccaro e Proushan com a arte não é recente. Baccaro nasceu em 1975 e pertence à quarta geração de artistas italianos de sua família. Seu bisavô Vito Mameli foi nomeado chefe dos restauradores italianos em 1927. O avô Lamberto Giovagnoli foi cenógrafo, diretor artístico, diretor de arte e set designer. Os pais também tiveram os pés na arte. A mãe, Fiorella Giovagnoli, era artista plástica e restauratrice, enquanto o pai, Giuseppe Baccaro, foi galerista, negociante de arte e leiloeiro. Teve como padrastos o cineasta Hector Babenco e o artista e fotógrafo Mario Cravo Neto, que foram casados com sua mãe. O irmão também é artista plástico. 

A arte é quase uma identidade na família, e o galerista conta que isso o influencia até os dias atuais: “Meu pai era galerista, então, eu aprendi muito com ele. Desde a infância lido com isso”. Por ter a arte como uma companheira de vida, ele adquiriu o costume de observar cada aspecto das paredes de uma casa ou estabelecimento: decorações expostas, assinaturas, pinceladas, harmonia das cores. Detalhes essenciais que pôde utilizar com naturalidade ao abrir sua primeira galeria. “Exposição não é só pendurar o quadro. Você tem de ver quais são as obras, tem de emoldurar, fotografar para fazer catálogo, escrever o texto, ver quais obras vão ficar lado a lado”. Para o artista, a montagem da exposição é uma “poesia”, com ela, a arte tanto pode crescer quanto se estragar. 

LEIA TAMBÉM: Museu de Arte Moderna de Nova York ganha expansão de US$ 450 milhões

Na opinião de Baccaro, “Olhar sobre Mulher” deu a ele o maior exemplo do que é objetivo de uma obra de arte: causar emoção. Ele conta que as filhas de Rita Proushan se emocionaram ao ver o acervo montado. Não imaginavam que a mãe produzia tanto conteúdo. 

Aos 89 anos, Rita Proushan pinta há décadas, tanto que as obras de “Olhar sobre Mulher” são dos anos 1990. A mostra na Galeria Thomas Baccaro reúne 34 obras, em sua maioria, tintas acrílicas com representações de corpos femininos, que estarão à venda para quem se interessar. “Rita tem um acervo maravilhoso, mas fica tudo guardado. Ela faz do coração dela, nunca precisou vender e lidar com isso”, conta Baccaro, revelando ter sido essa uma das características que o fez se encantar pelo trabalho dela. “Isso é o melhor, poder fazer sua obra sem pensar nos rótulos. É o auge do artista”. Ele diz também ter  a intenção de fazer outras exposições com os materiais de Proushan. 

Assessoria Thomas Baccaro
As obras foram produzidas com tinta acrílica, aquarela, lápis e pastel seco

Mercado artístico

Para o galerista, embora o mundo esteja uma montanha russa de incertezas, o mercado artístico brasileiro está crescendo. “Quando a economia está bem, o mercado aquece também. Ultimamente, pelas feiras de arte que eu vou, o mercado tá começando a aquecer de novo”, revela. Baccaro diz que aproveitou do momento para colocar suas ideias em prática, mas completa sobre a importância dos contatos e networkings no meio. Por já ter exposto em Nova York, ele dá um exemplo internacional. “Não adianta você expor em uma galeria na Quinta Avenida se ninguém te conhece, ninguém vai ver. O ideal sempre é ter um networking por trás. Você tem de conhecer as pessoas,curadores, pessoal de museu”, explica 

Serviço:

Exposição “Olhar sobre Mulher”, de Rita Proushan

Galeria Thomas Baccaro (r. Bastos Pereira, 39, Vila Nova Conceição)

De 16 de outubro a 16 de novembro

De segunda a sexta, das 10h às 12h e das 14h às 18h; sábados, domingos e feriados, somente com hora marcada.

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).