A história por trás do novo perfume da Burberry, com campanha estrelada por Adam Driver

A fragrância masculina da grife, com estilo amadeirado e complexo, inova com a combinação de três cedros de diferentes partes do mundo

Celia Shatzman
Compartilhe esta publicação:
Burberry/Divulgação
Burberry/Divulgação

O ator Adam Driver é o rosto do novo perfume masculino da Burberry, Hero

Acessibilidade


A campanha do perfume Hero, da Burberry, causou um alvoroço nas redes sociais recentemente, com o ator Adam Driver e seu tanquinho se transformando em um centauro. Mas, muito antes do frenesi, claro, houve o cuidadoso desenvolvimento da essência pelo perfumista Aurélien Guichard. O primeiro grande produto de fragrância masculina criado por Riccardo Tisci desde que o italiano foi apontado como o novo diretor de criação da grife em 2018, Hero tem como objetivo explorar a masculinidade moderna, desafiar os estereótipos tradicionais e celebrar a auto-realização.

Então, como Guichard traduziu esses conceitos em um perfume? “O briefing falava muito sobre um homem que evolui, forte e ao mesmo tempo sensível”, diz o perfumista sobre a orientação que recebeu de Tisci. “Era também sobre um homem correndo pela natureza, em torno dos elementos. Então me perguntei: o que é a Burberry? Fui à loja, porque queria conhecer as pessoas que compram roupas da marca. Claro, também olhei para o trabalho de Riccardo Tisci, por quem eu já era um grande fã. Na verdade, ele resume a própria imagem [da Burberry].”

VEJA TAMBÉM: Ford cria fragrância com cheiro de gasolina para promover lançamento

Guichard sintetizou o homem Burberry em uma garrafa com o Hero, um perfume amadeirado fresco que apresenta um trio de cedros misturado com bergamota e uma base de zimbro. Um dos elementos mais exclusivos da novidade é a combinação de três cedros de diferentes partes do mundo: Atlas, Virginia e Himalaia. “O óleo essencial de cedro é um símbolo de força e liberdade”, conta o perfumista. “Pensei em criar uma fragrância que fosse um cedro perfeito, porque também refletiria a textura dos trench coats da Burberry. É uma textura muito específica que, para mim, está próxima de uma nota amadeirada. Então, decidi combinar três cedros para criar um único e especial.”

Burberry/Divulgação
Burberry/Divulgação

A fragrância Hero tem um estilo amadeirado e complexo

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Como cada cedro tem seu próprio perfil olfativo baseado em sua origem, foi um desafio elaborar a combinação perfeita. Foram necessárias mais de 100 tentativas para obter a mistura dos três na medida certa. “Existem diferentes elementos que influenciam a qualidade de um ingrediente – o solo, o clima”, explica o perfumista. “Mas também tem o tratamento e a forma como é extraído. Com a madeira da Virgínia, dá para sentir as diferentes características, como mais ou menos secas ou frescas. O que procuro no óleo de cedro dessa região é a verdadeira qualidade amadeirada e vibrante. Queria que a fragrância tivesse um tipo de sensualidade – porque um corpo musculoso é ótimo, mas a sensibilidade também é importante. Você pode ser sensível e forte. O óleo de Atlas traz a suavidade e elementos de conforto. Combina perfeitamente porque dá a percepção de que existe apenas um ingrediente. Já o cedro do Himalaia traz uma intensidade enigmática, muita complexidade. É perfeito com os outros dois porque tem componentes em comum que são de fácil entendimento. Mas é como uma ilusão, porque você tem a sensação de que está sentindo o cheiro de um cedro novo.”

A adição de bergamota da Itália trouxe o equilíbrio perfeito. “O que me interessava muito era trazer algo mais mediterrâneo”, conta Guichard. “Um ingrediente simples e bonito, que é perceptível logo que você cheira a fragrância. Dá para sentir a textura dele.”

Perfumista de oitava geração, Guichard estava pronto para o desafio de criar o Burberry Hero. O nativo da cidade francesa de Grasse é filho de um pai perfumista e de uma mãe escultora. Como criador de muitos perfumes icônicos, incluindo Gucci Guilty Pour Homme, ele é o único perfumista do mundo a possuir, produzir e usar seu próprio campo de rosas, jasmim e verbena. Suas plantações incluem três árvores centenárias de cedro do Atlas, que também inspiraram o Burberry Hero. 

VEJA TAMBÉM: Giorgio Armani assume compromisso ambiental com o lançamento da fragrância My Way

“Cresci cercado de matéria-prima porque meus avós cultivavam rosas, jasmim e verbena, e rodeado por artistas e pessoas que tinham uma imagem muito positiva de seu trabalho”, diz ele. “Foi lindo poder me expressar através do perfume. O que mais adoro no meu trabalho é interagir com pessoas de diferentes históricos, origens e partes do mundo. O que é bonito nos perfumes é que todos nós temos um sentimento individual em relação a eles. Não pretendo que todos se sintam da mesma forma que eu quando falo sobre uma fragrância que criei para eles. Cada um tem uma forma única de apreciá-la.”

A paixão e a procura do francês pela singularidade estão infundidas em cada gota do Burberry Hero. “Sempre há uma busca quando você é um perfumista”, afirma ele. “Não é criar algo único para ser diferente, mas é essa ponte entre universalidade e excentricidade. Nós realmente queremos que as pessoas apreciem o que temos com o Hero”, finaliza. 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: