Obras de Picasso deixarão hotel Las Vegas para ir a leilão

Organizada pelo grupo MGM Resorts e a Sotheby's, venda pode arrecadar US$ 100 milhões

Redação
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

A expectativa é que a venda das obras de Pablo Picasso arrecade até US$ 100 milhões

Acessibilidade


Cerca de 11 pinturas e obras do artista espanhol Pablo Picasso serão leiloadas em outubro, já que o grupo de cassinos e hotéis MGM Resorts quer diversificar mais sua vasta coleção de arte.

O leilão acontecerá no dia 23 de outubro no hotel Bellagio, na cidade norte-americana de Las Vegas, onde as peças estão expostas, informaram a MGM Resorts e a casa de leilões Sotheby’s hoje (11).

VEJA TAMBÉM: Pinturas de Picasso são colocadas em leilão de blockchain pela primeira vez

A venda pode arrecadar cerca de US$ 100 milhões, e se acredita que será o leilão mais valioso já dedicado a Picasso.

“Estamos comprometidos a criar uma coleção ainda mais inclusiva, que mantenha a abrangência de nosso portfólio existente dando mais voz a artistas de comunidades subrepresentadas”, disse Ari Kastrati, chefe de hospedagem do MGM Resorts, em um comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Coleção de Artes Visuais da MGM Resorts conta com cerca de 900 obras de 200 artistas, incluindo peças modernas de gente do calibre de Bob Dylan e David Hockney, expostas em seus hotéis por todo o mundo.

A coleção foi iniciada mais de 20 anos atrás pelo empreendedor Steve Wynn, ex-proprietário do Bellagio e ex-executivo-chefe do Wynn Resorts.

As obras de Picasso à venda incluem cinco pinturas, algumas das quais ficaram à mostra no restaurante de cozinha requintada do Bellagio — justamente batizado de Picasso. O restaurante continuará a exibir outras 12 obras do espanhol.

VEJA TAMBÉM: Plataforma brasileira de NFTs musicais leva a leilão itens raros da banda Mamonas Assassinas

A MGM Resorts disse que sua coleção já era diversificada, mas que quer exibir ainda mais obras de mulheres, artistas LGBTQ, pessoas de cor e portadores de deficiência. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: