Montblanc lança relógio de alpinismo “Zero Oxigênio” que não embaça

Limitado a 290 peças, modelo que evita oxidação está em exibição na Watches & Wonders 2022 e será testado em expedição no Monte Everest.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Novo modelo para os praticantes de alpinismo da Montblanc tem o nome da montanha mais alta do mundo gravada no verso

Acessibilidade


Na edição de 2022 da Watches & Wonders, que acontece até o dia 5 de abril em Genebra, a fabricante suíça Montblanc está mostrando seus lançamentos para este ano. Entre as estrelas do catálogo está o relógio 1858 Geosphere Chronograph 0 Oxygen LE290, feito especialmente para alpinismo profissional, e o 1858 Iced Sea, o primeiro modelo de mergulho da grife de relógios de luxo.

Confira os detalhes dos modelos da marca:

VEJA TAMBÉM: Rolex apresenta 6 novos relógios na Watches & Wonders 2022

1858 Geosphere Chronograph 0 Oxygen LE290

Divulgação/Montblanc

Já dedicado a fabricar instrumentos de cronometragem profissionais para os exploradores, a marca suíça traz em seu nome modelo um novo movimento de cronógrafo, desprovido de oxigênio. A novidade é útil por uma série de motivos: ele não só elimina o embaçamento do mostrador, que pode ocorrer com mudanças drásticas de temperatura em altitude, mas também evita a oxidação. Sem oxigênio, todos os componentes têm maior duração e precisão ao longo do tempo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Além da remoção do oxigênio, os relojoeiros da Montblanc melhoraram a lubrificação do modelo, ao escolher óleos específicos para o movimento que conseguem funcionar em temperaturas tão baixas quanto -50ºC.

Serão produzidos apenas 290 unidades da novidade, que passou por 500 horas de teste pela maison e será levada em maio em uma expedição real de alpinismo no Monte Everest, pelo montanhista Nimsdai Purja. O pico mais alto do mundo está destacado em 3D na parte de trás do relógio, com uma caixa de titânio polido, além de bezel de cerâmica serrilhado com acabamento acetinado bidirecional com pontos cardeais e um mostrador azul glacial.

1858 Iced Sea

Divulgação/Montblanc

O primeiro modelo de mergulho da grife suíça é inspirado nos lagos glaciais da região do Monte Branco, o Mont Blanc, na França, com um mostrador que lembra uma placa de gelo. O visual, com relevo e textura, foi possível graças à técnica ancestral gratté-boisé.

Resistente a 300 metros de profundidade e mudanças de temperatura, a novidade da Montblanc já está disponível em três cores de mostrador, cada qual representando um tipo de gelo glacial que pode ser encontrado na natureza: azul, verde e preto. Todos eles têm uma caixa de aço inoxidável com um aro giratório unidirecional de cerâmica bicolor. Na parte de trás, está uma gravura em relevo 3D de um iceberg e um mergulhador explorando as águas glaciais. Também estão disponíveis dois tipos de pulseira, de aço inoxidável ou de borracha, facilmente trocáveis.

VEJA TAMBÉM: TAG Heuer lança relógio com diamantes feitos em laboratório

1858 GMT Automatic Date

Divulgação/Montblanc

Enquanto a maioria dos relógios GMT indica o segundo fuso horário com um ponteiro adicional, o novo modelo da Montblanc apresenta sua indicação sem precisar deles: com um quadrado vermelho que se move na parte externa do mostrador. Este detalhe está posicionado ao lado de um bezel fixo, feito de alumínio anodizado preto ou azul, que mostra as 24 horas para que o usuário saiba imediatamente se é dia ou noite também no segundo fuso horário.

Quanto à aparência, este modelo esportivo vem com uma caixa de aço inoxidável, com a escolha de um mostrador raios de sol preto ou azul, ambos adornados com ponteiros e índices luminescentes azuis. Sua pulseira é de aço inoxidável, que pode ser facilmente trocada por uma versão de borracha preta ou azul.

Na parte de trás da caixa, está gravado em titânio os continentes e oceanos do planeta, juntamente com os nomes das cidades em cada um dos 24 fusos horários, o que oferece uma indicação de hora mundial. Além disso, o verso da caixa pode ser personalizado para incluir a cidade natal do proprietário em vermelho e seu fuso horário local.

Montblanc Unveiled Secret Minerva Monopusher Chronograph

Divulgação/Montblanc

Neste lançamento, o clássico movimento de corda manual Minerva MB 16.29 foi invertido para exibir toda a ação mecânica no lado do mostrador do relógio – algo nunca feito em 165 anos de história do Minerva, fabricante que deu origem à Montblanc.

Segundo a grife, virar um movimento pode parecer simples, mas é um “feito técnico”, já que a direção dos ponteiros também precisa ser invertida. O calibre MB 16.29 foi um dos únicos movimentos no portfólio de cronógrafos da marca onde isso poderia ser alcançado. A inversão do tempo exigiu a adição de 21 componentes.

São duas edições limitadas: a Lime Gold, com ponteiros e numerais verdes, com pulseira de couro de crocodilo verde com costura cinza; e outra de aço inoxidável, que apresenta bezel canelado em ouro branco e uma pulseira de couro de crocodilo azul com costura azul. Ambos os modelos apresentam um fundo de caixa gravado com uma imagem da fábrica Villeret e as famosas montanhas em forma de “V” ao fundo.

 

Compartilhe esta publicação: