Garrafa com 325 litros de uísque Macallan pode quebrar recorde em leilão

Equivalente a 444 garrafas normais e com 1,8 metros, bebida da Macallan pode ser vendida por R$ 9,5 milhões este mês.

Carlie Porterfield
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

A maior garrafa de uísque do mundo: um Macallan 1989

Acessibilidade


A maior garrafa de uísque do mundo – que contém o equivalente a 444 garrafas padrão – também pode quebrar o recorde de garrafa mais cara já vendida quando for a leilão este mês.

A garrafa, apelidada de The Intrepid, contém 86 galões (o equivalente a 325 litros) de uísque escocês puro malte de 32 anos dea Macallan, uma das destilarias mais antigas e renomadas da Escócia, e foi engarrafada no ano passado.

Medindo cerca de 1,80 metro – mais alto que a maioria dos homens – e duas vezes mais larga, ela foi certificada pelo Guinness World Records como sendo a maior garrafa de uísque do mundo.

Leia mais: Saiba quais são os melhores uísques single malt de 2022

A casa de leilões Lyon & Turnbull, com sede em Edimburgo, disse ao “WalesOnline” que espera que o item quebre o recorde de garrafa de uísque mais cara já vendida em leilão.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A garrafa teria que ser vendida por mais do que o preço recorde atual de US$ 1,9 milhão (cerca de R$ 9,5 milhões, na cotação atual), estabelecido em 2019 para uma garrafa de Macallan 1926.

O Intrepid será leiloado em 25 de maio junto com uma seleção de garrafas de uísque padrão e miniatura contendo o mesmo Macallan 1989 de dois barris irmãos.

Os leiloeiros disseram que 25% de qualquer valor acima de US$ 1,6 milhão (R$ 8 milhões) será doado para a instituição de caridade Marie Curie, que apoia pessoas com doenças terminais.

Fundada em 1824, a The Macallan é uma das destilarias mais antigas da Escócia, e suas garrafas estão entre as mais cobiçadas pelos colecionadores. Na semana passada, um barril de uísque deixado no armazém da Macallan por 33 anos, depois que seu dono se esqueceu de pegá-lo, foi vendido por um recorde de US$ 1,3 milhão (R$ 6,5 milhões) em leilão.

Em fevereiro, a destilaria lançou um raro whisky de malte de 81 anos, o mais antigo até hoje. Cada decantador (dos quais apenas 288 foram listados em todo o mundo) tem um preço sugerido de US$ 125 mil (cerca de R$ 620 mil).

Compartilhe esta publicação: