AstraZeneca se reúne com Anvisa

boonchai wedmakawand/Getty Images
boonchai wedmakawand/Getty Images

Encontro entre AstraZeneca e Anvisa não define prazo para pedir registro da vacina contra Covid-19

Representantes do laboratório AstraZeneca reuniram-se hoje (24) com integrantes da Anvisa para discutir informações acerca do andamento dos estudos clínicos com a vacina da britânica em parceria com a Universidade de Oxford contra Covid-19, mas até o momento não foi estipulado prazo para o pedido de registro do imunizante no órgão regulador brasileiro.

“A Anvisa realizou reunião com a empresa AstraZeneca com o objetivo de discutir informações sobre o andamento dos estudos clínicos da Vacina de Oxford”, informou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária em comunicado.

LEIA MAIS: Preços do petróleo têm maior nível desde março com testes de vacina e transição de Biden

“Nessa reunião, foram discutidos os dados obtidos até o momento. A empresa tem submetido documentos para avaliação do registro da vacina por meio do procedimento de submissão contínua e não definiu prazo para submissão do pedido de registro junto à Anvisa”, acrescentou a Anvisa.

A vacina AstraZeneca/Oxford – cuja eficácia de 90% contra o coronavírus numa determinada dosagem foi anunciada ontem (23) – é a principal aposta do governo brasileiro para fazer uma vacinação em massa contra o Covid-19 no país.

LEIA TAMBÉM: EUA planejam liberar 6,4 milhões de doses de vacina contra Covid-19 na 1ª distribuição

O Ministério da Saúde tem um acordo com a farmacêutica para adquirir as doses da vacina e para a produção dela no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A expectativa é que o imunizante esteja disponível no país em março de 2021 e que possa, ao longo do próximo ano, ser possível vacinar 130 milhões de pessoas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).