BMW tem alta de 33% no lucro do 3º trimestre

O lucro da BMW antes dos juros e impostos (Ebit) aumentou para € 2,29 bilhões

O lucro operacional da BMW no terceiro trimestre cresceu 33% com as vendas mais fortes de veículos utilitários esportivos, bem como a ausência de fatores pontuais que reduziram os lucros no ano anterior, informou a fabricante alemã de carros de luxo hoje (6).

LEIA MAIS: Conheça o novo esportivo híbrido da BMW M Performance

A empresa sediada em Munique disse que seu lucro antes dos juros e impostos (Ebit) aumentou para € 2,29 bilhões, acima do montante de € 1,72 bilhão no mesmo trimestre do ano anterior e acima dos € 2,16 bilhões previstos em uma pesquisa da Refinitiv.

A margem operacional em sua divisão automotiva subiu para 6,6%, ante 4,4% no mesmo período do ano anterior, quando as novas regras de emissões levaram a grandes estoques e descontos por parte dos concorrentes e atingiram a margem de lucro da BMW em carros de luxo.

As vendas dos carros da BMW aumentaram apenas 3,6% no trimestre, mas mudaram de sedãs para veículos utilitários esportivos, incluindo os modelos X3 e X4 com margens mais altas.

A BMW reiterou que espera uma queda significativa no lucro antes dos impostos do grupo, um ligeiro aumento nas entregas de veículos e uma margem Ebit entre 4,5% e 6,5% na divisão automotiva, enquanto se prepara para lançar carros elétricos.

A companhia vê a demanda por veículos elétricos, que inclui motores híbridos, dobrando até 2021, e as vendas de carros elétricos crescendo 30% ao ano entre 2021 e 2025.

VEJA TAMBÉM: BMW e Jaguar Land Rover se unem por peças de elétricos

A montadora enfrenta custos de fabricação mais altos enquanto prepara as fábricas para fabricar carros híbridos e elétricos, forçando-a a cortar custos em outros lugares, com o objetivo de atingir mais de € 12 bilhões em ganhos de eficiência até o final de 2022.

A BMW disse que reduzirá o tempo de desenvolvimento de veículos em um terço e reduzirá o número de transmissões em 50% a partir de 2021.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).