MP abre crédito extra de R$ 25,72 bi para programa de auxílio emergencial

Benefício é destinado a trabalhadores informais, autônomos e vulneráveis.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Roosevelt Cassio/Reuters
Roosevelt Cassio/Reuters

O benefício é destinado a trabalhadores informais, autônomos e vulneráveis

Acessibilidade


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou Medida Provisória (MP) ontem (24) abrindo crédito extraordinário no valor de R$ 25,720 bilhões em favor do Ministério da Cidadania para o programa de amparo aos beneficiários do auxílio emergencial no valor de R$ 600.

A MP, também assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, foi publicada no início da noite em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

LEIA MAIS: Caixa desiste de antecipar 2ª parcela do auxílio de R$ 600 para evitar ‘pedalada’

O benefício, aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado por Bolsonaro, é destinado a trabalhadores informais, autônomos e vulneráveis que estão em situação de vulnerabilidade em razão dos impactos econômicos advindos da pandemia do coronavírus.

Apesar de já estar em vigor, a MP precisa ser aprovada pelo Congresso para tornar-se lei. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: