Elon Musk se torna a quinta pessoa mais rica do mundo

Getty Images
Getty Images

Musk é o CEO da Tesla, empresa de veículos elétricos cujo preço das ações disparou desde março

A ascensão meteórica de Elon Musk na lista de bilionários da Forbes está à toda, enquanto ele supera nomes como Warren Buffett e Steve Ballmer. Na tarde de ontem (20), o patrimônio líquido de Musk ultrapassou US$ 74 bilhões, o que significa que agora ele é a quinta pessoa mais rica do planeta.

Musk, 49 anos, é o CEO da SpaceX e da Tesla, empresa de veículos elétricos cujo preço das ações disparou desde março.

Forbes Pitch: 316 pequenas e médias empresas ganham visibilidade com iniciativa da Forbes durante a crise

As ações da Tesla ganharam outros 9,5% nas negociações de segunda-feira, para US$ 1.643, aumentando 60% em apenas três semanas desde 29 de junho, em um crescimento de quase 300% somente em 2020.

Atualmente, a Tesla não é só a empresa de automóveis mais valiosa do mundo, com um valor de mercado de US$ 304,5 bilhões. A montadora vale mais do que Ford, Ferrari, General Motors e BMW juntas.

Musk ficou em 31º lugar na lista de bilionários da Forbes em meados de março, com um patrimônio líquido abaixo de US$ 25 bilhões.

Sua fortuna quase triplicou desde então, subindo rapidamente para US$ 74,2 bilhões no fechamento da bolsa na segunda-feira, calcula a Forbes.

Musk possui 21% da Tesla, mas prometeu mais da metade de sua participação como garantia para empréstimos; a Forbes descontou sua fatia para levar em conta também os empréstimos.

Musk estreou na lista Forbes 400, dos norte-americanos mais ricos, em 2012, em 190º lugar, com um patrimônio líquido de US$ 2,4 bilhões. Em 1º de janeiro deste ano, ele era a 37ª pessoa mais rica do mundo. No entanto, a ascensão repentina e espetacular de Tesla o levou perto do topo. O crescimento da Tesla confundiu alguns investidores, que consideram a empresa muito menor do que as concorrentes e que só recentemente começou a registrar lucros trimestrais.

LEIA MAIS: Por que a perda de US$ 8 bilhões nos últimos 2 dias na fortuna de Jeff Bezos não significa muito

A Tesla produziu 103 mil veículos no primeiro trimestre. A Toyota produziu 2,4 milhões de veículos durante o mesmo período. Em 2019, as montadoras americanas General Motors e Ford geraram dez vezes mais vendas que a Tesla. No final do mês passado, analistas do Morgan Stanley alertaram que as ações da Tesla, que estavam sendo negociadas a cerca de US$ 1.000 por papel na época, estavam “supervalorizadas e prestes a cair”. No início deste mês, Musk disse que a Tesla produziria veículos quase totalmente autônomos até o final de 2020, uma reivindicação que foi recebida com ceticismo por uma indústria automobilística acostumada à falácia de Musk sobre os recursos da tecnologia de direção autônoma. Musk não vende ações da Tesla desde 2010.

“Eu realmente não poderia me importar menos”, Musk enviou um e-mail à Forbes sobre seu patrimônio líquido no início deste mês. “Esses números aumentam e diminuem, mas o que realmente importa é criar ótimos produtos que as pessoas adoram.”

“Movimentos como os que estamos vendo na Microsoft, Tesla e Amazon são realmente loucos e diferentes de todos os que eu já vi na minha vida”, tuitou o analista Jim Cramer na segunda-feira à tarde. Quando perguntado se a Tesla era uma “ação da pandemia”, Cramer respondeu: “Eu nem sei se é uma ação. É algo completamente diferente, como uma nova espécie descoberta na natureza”.

Quando Kanye West anunciou inicialmente que estava concorrendo à presidência, ele disse que tinha o “apoio total” de Musk, um amigo íntimo de longa data. Em um tuíte excluído, Musk respondeu: “Podemos ter mais diferenças de opinião do que eu previa”. No entanto, Musk disse mais tarde à “Page Six”, “Kanye explicou depois alguns dos motivos do por que ele disse o que disse. Faz mais sentido do que muitas pessoas, incluindo eu, perceberam.” E em 4 de julho, Musk tuitou: “Você tem todo o meu apoio!”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).