16 ideias para confraternizações de empresas em ano de pandemia

Goodboy Picture Company/Getty Images
Goodboy Picture Company/Getty Images

Especialmente no ano de 2020, a confraternização é uma oportunidade única para o empregador reconquistar a confiança dos funcionários e restabelecer toda conexão e atenção com a equipe

O brasileiro é um povo festivo e alegre por natureza, que celebra os momentos, as conquistas e até os obstáculos superados. Desta vez, o grande desafio a ser deixado para trás não é apenas a crise sanitária de Covid-19, mas também todas as mudanças desencadeadas por ela. Não é à toa que a palavra de ordem do momento é resiliência.

No ambiente de trabalho, as dificuldades causadas atingiram todos os setores, e não pouparam nem as relações entre empresa e colaboradores. Momentos como o que estamos vivendo requerem cuidado redobrado com aqueles que aceitaram o desafio de uma nova forma de trabalhar, com muitas incertezas, demandas redobradas e que, literalmente, abriram as portas de seus lares para levar o trabalho para casa.

VEJA TAMBÉM: 15 características que todos os líderes devem cultivar

Engana-se quem pensa que as comemorações de fim de ano são meras formalidades. Elas são muito mais do que isso. São encontros descontraídos após um ano intenso de dedicação, representam a gratidão pelos serviços prestados e estreitam as relações entre equipes, gestores e lideranças.

Natasha Caiado, CEO da Wish International, agência de turismo, negócios e eventos, comenta que adequou sua operação no nicho de comemorações de fim de ano ao observar as necessidades do momento: “Percebemos que as empresas estavam com um problema muito sério de depressão e isolamento que reverberou no dia a dia da empresa. Então nossas propostas de eventos para as confraternizações de fim de ano passam por uma análise das necessidades de cada negócio. A ideia é restaurar, por meio da integração personalizada, o que foi perdido neste ano atípico, para que o negócio possa começar 2021 com uma equipe motivada e disposta a vestir a camisa apesar das dificuldades”, diz ela, que providencia desde jogos online até escola de samba virtual.

Especialmente no ano de 2020, a confraternização é uma oportunidade única para o empregador reconquistar a confiança dos funcionários e restabelecer toda conexão e atenção com a equipe. Natasha comenta que é o momento perfeito para deixar claro que as empresas estão se esforçando para entender a dor, e a insegurança de seus colaboradores. Este simples ato, que traz um momento de alegria no meio de tanta tensão, pode ser um divisor de águas sobre como o negócio vai voltar a operar em 2021 após os recessos.

A CEO da Wish diz que, apesar das dificuldades impostas pela crise, a criatividade, o perfil de cada negócio e o céu são os limites para as confraternizações de fim de ano. “Podemos organizar formas de inserir atividades que envolvam circo, ginástica, sessões de prática de mindfulness. É possível até pensar em comemorações envolvendo astronautas da NASA. Só não posso oferecer uma programação com um chef de um restaurante Michelin a um negócio que tradicionalmente lida com algo mais despojado, como churrascos”, explica. Natasha comenta, ainda, que uma boa forma de gerar engajamento e satisfação entre os funcionários é consultá-los sobre a melhor opção entre as disponíveis para uma eventual integração.

Para concluir sobre a importância de interagir com as equipes neste momento, Natasha diz: “Se os gestores não se atentarem a isso e não forem líderes com a percepção de que suas equipes precisam de atenção, 2021 vai ser um problema sério para eles. Digo isso porque não temos outra janela de datas onde as pessoas estejam tão abertas a esse sentimento de gratidão. Querer agradecer em uma convenção de abertura de ano pode soar falso, uma vez que é um momento mais voltado para o início de um novo desafio, não sua conclusão e agradecimento pela parceria”.

Veja, na galeria a seguir, 16 sugestões de confraternizações de fim de ano que respeitam o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19:

  • 1. Torneio de games online

    Esta é uma opção para empresas que não possuem tantos recursos financeiros neste momento. A proposta é escolher um jogo simples e intuitivo e esquematizar critérios e regras para a tarde de disputas. Um bom bônus e estímulo para tornar tudo muito especial é pensar em brindes para os participantes e um prêmio final para o vencedor – tudo pode ser entregue posteriormente na casa dos funcionários. O momento fica ainda mais interessante se os funcionários participantes puderem receber ajuda da família e trabalhar como pequenos núcleos de equipe e torcida.

    Há inúmeras opções de jogos em grupo disponíveis online, sem necessidade de instalar qualquer tipo de programa na máquina utilizada, ou aplicativos que podem ser baixados em aparelhos móveis, como por exemplo Stop (adedonha), Uno, Cidade Dorme, Perguntados, Drawize e Poker.

    Para gerar interação em tempo real entre os funcionários, a empresa pode propor uma videoconferência enquanto toda a disputa acontece.

    Klaus Vedfelt/Getty Images
  • 2. Bingo virtual

    O bingo virtual é uma atividade simples e divertida. Nela, os funcionários recebem cartelas com números por e-mail e, durante uma videoconferência, o líder ou gestor faz a mediação e o sorteio dos números. A curadoria dos prêmios é o que pode tornar tudo mais emocionante. Também é preciso garantir uma logística de entrega das premiações na casa dos funcionários.

    Paula Connelly/Getty Images
  • 3. Inimigo secreto virtual

    O inimigo secreto virtual funciona da seguinte forma: a companhia faz uma votação entre os funcionários com opções de presentes de diversificados valores – tudo de acordo com a verba disponível. No dia da confraternização, por meio de uma videoconferência, é feito o sorteio de um presente para cada membro da equipe.

    A atividade fica interessante na segunda parte: nela, os funcionários poderão “roubar” o presente uns dos outros. Para organizar tudo, duas regras são essenciais: estipular quantas vezes um presente pode ser “roubado” e quantas vezes cada participante pode “roubar” presentes. Posteriormente, a empresa deve garantir a entrega dos prêmios nas casas dos funcionários. Uma dica para deixar tudo mais caprichado é incluir cartões de agradecimento escritos pelo próprio gestor.

    Rimma Bondarenko/Getty Images
  • 4. Escola de samba em casa

    No caso desta opção, os funcionários escolhem um instrumento e participam de aulas com um mestre de bateria para aprender a tocá-lo e ensaiar o repertório a ser apresentado. No dia da confraternização, todos tocam simultaneamente à distância, com a participação de passistas e do mestre que conduziu as aulas. A ideia é que, no fim, o evento se torne uma grande roda virtual de samba.

    Jose Luis Pelaez Inc/Getty Images
  • 5. Talk show

    A ideia do talk show é fazer uma transmissão ao vivo onde o gestor se reúne com uma personalidade escolhida pelos funcionários e o entreviste. Os colaboradores poderão acompanhar toda a conversa remotamente. Para deixar tudo mais aconchegante, a companhia pode garantir a entrega de kits de itens de happy hour para que os funcionários possam comer e beber enquanto a atração acontece. Um outro diferencial é garantir que possa haver interação entre os funcionários e a personalidade, por meio do envio de perguntas e comentários.

    simonkr/Getty Images
  • 6. Live de stand-up

    Neste caso, a empresa pode organizar uma votação entre os funcionários sobre o comediante de preferência. A partir daí, a companhia contrata o show do artista e transmite online com exclusividade. Mais uma vez, é interessante enviar kits de petiscos e bebidas para os funcionários acompanharem a apresentação com suas famílias.

    halbergman/Getty Images
  • 7. Cinema

    Mesmo com a pandemia, as salas de cinema voltaram a funcionar com restrições. Para este tipo de confraternização, a empresa pode reservar uma sala e levar os funcionários e suas famílias, seguindo o protocolo de segurança estabelecido, para assistir ao filme escolhido por votação. O gestor pode falar algumas palavras antes da sessão e a empresa pode garantir um combo de pipoca e bebida para os participantes. Para aqueles que não querem estar presentes fisicamente, é possível transmitir o filme online.

    RgStudio/Getty Images
  • 8. Show ou filme no drive-in

    Este ano, os drive-ins, que voltaram depois de um longo período no ostracismo, podem ser uma opção segura de atividade de entretenimento fora do confinamento do lar. Eles são uma boa pedida para garantir que os funcionários, mesmo que sem contato físico, possam confraternizar em um mesmo espaço para acompanhar um filme ou um show com suas famílias. Para tudo ficar ainda mais cômodo, a empresa pode garantir petiscos e bebidas para os participantes e seus familiares.

    J.R Eyerman/Getty Images
  • 9. Manda Salve

    A Manda Salve é um plataforma com diversas personalidades, influenciadores, apresentadores, chefs de cozinha, atleta e cantores, voltada para mensagens personalizadas em vídeo. Nesta modalidade, a empresa pode se reunir virtualmente com seus funcionários, cumprir as formalidades de agradecimentos, conversa, retrospectiva e, ao final, exibir uma mensagem personalizada de agradecimento e boas festas para cada funcionário com a personalidade escolhida por ele.

    Larry Williams e Associates/Getty Images
  • 10. Aula de culinária

    Para esta atividade, o CEO ou gestor da empresa recebe um chef de cozinha renomado e, por meio de uma transmissão online, eles ensinam aos funcionários uma receita exclusiva para ser reproduzida nas comemorações de fim de ano. Para gerar ainda mais engajamento, a empresa pode enviar os ingredientes ao colaboradores para que, posteriormente, eles possam preparar o prato em família.

    alvarez/Getty Images
  • 11. Desafio de melhor prato em família e reunião de jantar virtual

    A ideia desta competição é envolver os familiares dos funcionários. Nela, a empresa disponibiliza uma verba e a família deve escolher uma gama de ingredientes que esteja dentro do valor. Os produtos são entregues na casa dos colaboradores e, a partir disso, a família prepara uma receita de sua preferência, dentro de um limite de tempo estipulado. O ideal é que todos possam comer ao mesmo tempo e a escolha do melhor prato é feita pela apresentação. Para deixar tudo mais interessante, a empresa pode inserir um prêmio na disputa.

    Lumina Images/Getty Images
  • 12. Live com artista e show de fogos de artifício em casa

    As lives ganharam um espaço especial e são uma boa pedida para as festas de fim de ano. A IWM Lives é um núcleo de negócios da IWM Agency que organiza shows virtuais pensados conforme o público. O artista fica a critério da companhia contratante.

    O show à parte dos fogos de artifício em casa é feito com base em uma tecnologia muito simples e barata: o bom e velho óculos 3D. Sim, estes óculos são capazes de gerar o efeito visual de fogos de artifício ao olhar para a luz. No final do show, quem estiver comandando a live pode pedir para que os funcionários e suas famílias coloquem os óculos – entregues previamente – e olhem para as luzes. Claro que o efeito sonoro compatível e transmitido durante a live não pode faltar.

    Paethegee Inc/Getty Images
  • 13. Festa na caixa surpresa

    A festa na caixa nada mais é do que um kit festa entregue em casa. Para deixar a entrega mais especial, a empresa pode entregar os kits nas casas dos funcionários, marcar uma reunião e pedir para que eles os abram no momento da reunião. Desta forma, todos poderão sentir aquele gostinho de surpresa e confraternizar com a equipe por meio de uma reunião virtual.

    Kathrin Ziegler/Getty Images
  • 14. Happy Hour Escape 60

    O Escape 60, franquia de jogos de escape room no Brasil, também oferece uma modalidade de confraternização à distância. Durante a pandemia, a franquia desenvolveu uma trilogia de games (Operação Cyber Twins, Operação Cyber-Hack e Operação Cyber Mind) disponíveis em sua plataforma de jogos online. As empresas que toparem o desafio podem reunir os participantes, em grupos de até dez pessoas, por meio de uma videoconferência para desvendar os mistérios. É a mesma experiência de mistério e tensão, mas no formato online.

    Divulgação/Escape 60
  • 15. Talk Wine

    A Talk Wine é uma startup de degustação virtual de vinhos. Para as confraternizações de fim de ano, a proposta é enviar um kit personalizado de rótulos selecionados de acordo com o orçamento da empresa, além de um material de apoio com informações sobre cada vinho e a receita de um chef de cozinha como opção de harmonização para a degustação. No dia e horário combinados, os funcionários devem acessar o link para uma live exclusiva, que conta com atrações personalizadas, participação do gestor e transmissão feita direto de um estúdio de TV.

    Basak Gurbuz Derman/Getty Images
  • 16. Caça ao tesouro

    A caça ao tesouro é uma reprodução do velho quadro apresentado em um antigo programa dominical, onde quem conduz a brincadeira pede para que os participantes encontrem itens selecionados em casa – o primeiro que conseguir leva um prêmio. A atividade pode ser conduzida por meio de uma videochamada e contar com a participação da família dos funcionários na busca pelos objetos.

    Imgorthand/Getty Images

1. Torneio de games online

Esta é uma opção para empresas que não possuem tantos recursos financeiros neste momento. A proposta é escolher um jogo simples e intuitivo e esquematizar critérios e regras para a tarde de disputas. Um bom bônus e estímulo para tornar tudo muito especial é pensar em brindes para os participantes e um prêmio final para o vencedor – tudo pode ser entregue posteriormente na casa dos funcionários. O momento fica ainda mais interessante se os funcionários participantes puderem receber ajuda da família e trabalhar como pequenos núcleos de equipe e torcida.

Há inúmeras opções de jogos em grupo disponíveis online, sem necessidade de instalar qualquer tipo de programa na máquina utilizada, ou aplicativos que podem ser baixados em aparelhos móveis, como por exemplo Stop (adedonha), Uno, Cidade Dorme, Perguntados, Drawize e Poker.

Para gerar interação em tempo real entre os funcionários, a empresa pode propor uma videoconferência enquanto toda a disputa acontece.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).