Treinador de Jennifer Aniston diz como ficar em forma durante viagens

Getty Images
Ao mesmo tempo em que cultiva um amor antigo pela ioga, a atriz adotou uma nova modalidade: o boxe

Não há dúvida de que Jennifer Aniston é uma das mulheres mais em forma de Hollywood. Ela também é uma das mais ocupadas. Mas, mesmo com uma rotina pesada de filmagens e viagens, malhar ainda é uma prioridade para a estrela. Ao mesmo tempo em que cultiva um amor antigo pela ioga, a atriz de 49 anos adotou, recentemente, uma nova modalidade: o boxe.

LEIA MAIS: As 10 atrizes de TV mais bem pagas de 2018

“No ano passado eu descobri o boxe e amei”, ela contou à “InStyle” em setembro. “É o treino no qual eu consegui permanecer mais tempo, consistentemente, fora a ioga. Há algo sobre o aspecto mental do boxe – seu cérebro tem que trabalhar, você não está apenas sentado em uma bicicleta. É incrível.”

O treinador da eterna Rachel Green, de “Friends”, é Leyon Azubuike, fundador da Gloveworx, academia especializada na modalidade. Embora a dupla treine em sessões privadas, a Gloveworx tem dois estúdios em Santa Mônica, na Califórnia, e um terceiro, recém-inaugurado, no The Oculus, no Westfield World Trade Center.

Azubuike conversou com a FORBES no dia da inauguração sobre os motivos que levaram Jennifer Aniston a escolher o boxe e deu dicas de como manter o treino em dia durante viagens.

FORBES: Jennifer Aniston é uma adepta de longa data da ioga. O que ela viu no boxe?

Leyon Azubuike: Para alguém como Jennifer, que está em forma e é saudável, a escolha passa mais por mantê-la no nível em que está e fazer coisas para colocar seu corpo em maior progresso. Você precisa implementar novos movimentos para que o corpo responda ao estímulo. Porém, também é preciso que a pessoa seja mentalmente estimulada. Aprender a socar e dar golpes é difícil para o corpo, mas sua mente também está funcionando cada vez que aprende um novo soco ou combinação. Sua mente e corpo estão sempre envolvidos. É um treino difícil, mas é divertido.

FORBES: Mas Jennifer viaja muito. Este é um treino que pode ser levado junto com a bagagem?

Leyon Azubuike: O boxe é bom por algum motivos: ele aumenta a frequência cardíaca e tonifica braços, cintura, ombros, glúteos, coxas e panturrilhas. Além disso, você pode praticar em qualquer lugar.

FORBES: Quais são alguns movimentos que você sugere?

Leyon Azubuike: Mergulho (sentido figurado) em um banco, cama ou sofá no quarto do hotel são bons para trabalhar os tríceps. Use os mesmos móveis para agachamento – você senta e levanta, com muitas repetições. Mas a melhor coisa se estiver viajando e quiser fazer um treino inspirado no boxe é levar alguns itens: mini bandas de resistência e bandas de resistência com alça.

VEJA TAMBÉM: Conheça a marca que une ativismo com moda fitness

FORBES: E em quais exercícios você utiliza isso?

Leyon Azubuike: A faixa de resistência mais pesada é usada acima dos joelhos, enquanto a mais leve vai logo acima dos tornozelos. Faça agachamentos e deslocamentos laterais. Em seguida, pegue as bandas de resistência que têm alças. Você pode fazer rosca para bíceps com elas, assim vai trabalhar braços, ombros, peito e costas.

FORBES: E se você não puder levar nenhum equipamento?

Leyon Azubuike: Você sempre pode fazer uma variedade de exercícios com o próprio peso do corpo.

Reprodução/Forbes
“Fazer algo por 10, 20 ou 30 minutos é melhor do que não fazer nada”, diz Leyon Azubuike, fundador da academia Gloveworx e treinador de Jennifer Aniston

FORBES: E você sugere também alguns exercícios de boxe?

Leyon Azubuike: Claro! Fique em uma postura básica, em um ângulo em que eu não consiga enxergar o seu peito. Levante suas mãos até o queixo, os pés na largura dos ombros, um pé mais à frente do que o outro e o de trás mais à direita. Dobre seus joelhos e apenas estenda seu braço, com o punho para fora, para frente, em linha reta, e traga-o de volta. Quando estiver confortável com o movimento, traga a mão de volta para trás. Torça o dedo do pé direito, joelho, glúteo e ombro em linha reta. Quando estiver pronto, combine esses movimentos em um-dois. Então, você começará a sentir não apenas seus ombros queimando, mas seu tronco e pernas. O ritmo cardíaco também aumentará.

E AINDA: O melhor de Los Cabos: de piscinas a coquetéis incríveis

FORBES: Por quanto tempo você deve se exercitar quando estiver viajando?

Leyon Azubuike: Eu sempre digo que as pessoas deveriam querer se movimentar melhor, mais rapidamente, com mais força e por mais tempo. Viajar pode tirar isso de nós. Você apenas mantém seu corpo em movimento e o sangue fluindo. Fazer algo por 10, 20 ou 30 minutos é melhor do que não fazer nada. Faça seus exercícios de peso corporal, depois mude para o boxe por um minuto ou dois e volte ao treinamento de resistência. Faça um circuito e verá que pode fazer um bom treino em 15, 20, 25 minutos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).